Rampa B – Uma decisão no domingo

0
98

Depois da classificação para a fase semifinal da Copa Libertadores na última quarta-feira, o São Paulo tem uma nova decisão no próximo domingo. Não se trata de final de campeonato ou jogo que vale classificação, mas a partida contra o Palmeiras deve ser encarada como uma decisão. Depois de acabar com o tabu de ser eliminado por clubes brasileiros na Libertadores, chegou a hora de acabar também com o maldito tabu de não ganhar clássicos há quase um ano. A necessidade de vencer o Palmeiras aumenta ainda mais pela derrota diante do Internacional em casa. Dois jogos sem vitória no Morumbi logo nas primeiras rodadas em um campeonato de pontos corridos representaria um imenso prejuízo. Tomara que até lá Bauza já possa contar com a volta de Michel Bastos.


lugano 22052016

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Lugano comemora seu primeiro gol no retorno ao Tricolor. Pena que perdeu o jogo…

Um aspecto “positivo” da derrota para o Internacional foi o fato de os jogadores são-paulinos terem demonstrado que ficaram realmente chateados com o resultado do jogo. Comportamento muito diferente do observado em 2015, quando davam a impressão que não estavam nem aí com os tropeços da equipe.


No meio da semana temos o Coritiba pela frente, sempre uma pedreira no Couto Pereira. Contra o alviverde do Paraná, o São Paulo disputou 49 partidas, venceu 22, empatou 12 e perdeu 15. No Brasileirão do ano passado, o Tricolor bateu no Coxa no Alto da Glória: 2 a 1, gols de Alan Kardec e Alexandre Pato.


Na quinta-feira passada, 19 de maio, completaram-se 23 anos do inesquecível primeiro jogo da final da Libertadores de 1993, quando o São Paulo goleou o Universidad Católica (Chile) por 5 a 1, no Morumbi. Numa atuação exuberante, o time de Telê Santana praticamente garantiu a conquista do bicampeonato continental nos primeiros 90 minutos da decisão. Os gols tricolores foram anotados por López (contra), Vítor, Gilmar, Raí e Müller. Almada descontou para os chilenos. Este jogo também ficou marcado por uma sensacional série de defesas à queima roupa do goleiro Zetti.

SÃO PAULO 5 x 1

UNIVERSIDAD CATÓLICA (19/05/1993)

Local: Morumbi

Árbitro: José Torres (COL)

Gols: López (contra), Vítor, Gilmar, Raí e Müller; Almada

São Paulo: Zetti; Vítor (Catê), Válber, Gilmar e Ronaldo Luís (André Luiz); Pintado, Dinho, Cafu e Raí; Palhinha e Müller. Técnico: Telê Santana.

Universidad Católica: Wirth; Romero, Vásquez, López (Barrera) e Contreras; Lunari, Lepe, Parraguez e Tupper; Pérez (Reinoso) e Almada. Técnico: Ignacio Prieto.


Fernando AlécioFernando Alécio é jornalista. Fundou a SPNet em 1996. Escreve neste espaço aos domingos.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários