Rampa B – São Paulo 3 x 0 Real Madrid

0
338

Há 20 anos, o Real Madrid esteve na América do Sul para uma excursão de amistosos. No dia 15 de junho de 1996, o clube ibérico enfrentou o São Paulo no estádio do Pacaembu. O time merengue contava com figuras como o chileno Iván Zamorano, o colombiano Freddy Rincón e o argentino Fernando Redondo, além de alguns históricos madridistas como o goleiro Buyo, o lateral direito Chendo e o zagueiro Sanchís.

Apesar do timaço, as estrelas do Real Madrid não puderam com o Tricolor, que festejava o regresso de um de seus maiores ídolos: o atacante Müller, que voltava ao São Paulo depois de defender o rival Palmeiras. E foi o próprio Müller que tratou de colocar 1 a 0 no placar aos 32 minutos de jogo, com um belo chute de fora da área, sem chances para Buyo.

FUTEBOL - MULLER - ESPORTES - ACERVO - Muller, jogador do São Paulo, durante partida contra o Real Madrid, da Espanha, válida em Amistoso Internacional de 1996 - Estádio Paulo Machado de Carvalho(Pacaembu) - São Paulo - SP - Brasil - 15-06-1996 - Foto: Acervo/Gazeta Press
Müller durante partida contra o Real Madrid. Foto: Gazeta Esportiva.

No começo do segundo tempo, logo aos cinco minutos, o goleador Valdir ampliou a vantagem. Finalmente, o lateral esquerdo Serginho fechou o placar, marcando numa bela jogada o terceiro gol aos 23 minutos da etapa final. Antes do jogo, Carlos Alberto Parreira havia sido anunciado como novo treinador do São Paulo, que no primeiro semestre de 1996 foi comandado por Muricy Ramalho, como interino, após o afastamento de Telê Santana por problemas de saúde. Além de Müller, outro histórico tricolor que retornava ao São Paulo naquele jogo foi o zagueiro Válber, bicampeão mundial.

Impressionante como corre o tempo. Lá se vão duas décadas daquela tarde de sábado em que os torcedores são-paulinos, entre eles o autor deste texto, deixaram as arquibancadas do Pacaembu felizes e orgulhosos por terem visto seu time derrotar um gigante europeu. Tudo bem que ganhar do Real Madrid não era uma novidade, afinal não havia passado muito tempo da goleada de 4 a 0 que o Tricolor aplicara sobre o time espanhol, em 1992, no Torneio Ramón de Carranza, em Cádiz. De qualquer forma, mesmo sendo apenas um amistoso, as testemunhas daquele jogo no Pacaembu guardam até hoje esta partida com especial carinho na memória.

São Paulo 3 x 0 Real Madrid (15/06/1996)

Local: Pacaembu

Árbitro: João Paulo Araújo (Brasil)

Gols: Müller aos 32 do primeiro tempo; Valdir aos 5 e Serginho aos 23 do segundo tempo.

São Paulo: Zetti (Rogério Ceni); Marquinhos Capixaba (Edmílson), Válber, Sorlei e Serginho; Axel (Guilherme), Belletti, Adriano (Sandoval) e Denílson (Fábio Mello); Müller (França) e Valdir. Técnico: Muricy Ramalho.

Real Madrid: Buyo; Chendo (Vaqueriza), Fernando Sanz, Sanchís e Lasa; Redondo, Milla, Rincón (Soler) e Quique Flores; Esnaider (Ivan Pérez) e Zamorano (Guti). Técnico: Mariano García Remón.


Fernando AlécioFernando Alécio é jornalista. Fundou a SPNet em 1996. Escreve neste espaço esporadicamente.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários