A Palavra da Corte – Segundo Turno

3
137

Salve, salve, Nação Tricolor. E aqui estamos nós com mais uma Palavra da Corte.

E no último sábado, tudo transcorreu bem no clube. O Sim para a ratificação das mudanças ocorridas no estatuto ao longo dos últimos anos (um mal necessário, me refiro à ratificação) e a criação de um novo estatuto, foram aprovadas pela maioria dos sócios.

Espero de verdade que, a partir de agora, que a oposição ao invés de continuar no campo jurídico reverter essa decisão soberana dos sócios, se junte a todos e participe da elaboração do novo estatuto, inclusive lutando para que, mudanças que foram feitas nos últimos anos com as quais não concordam – eu também não concordo com boa parte – sejam corrigidas agora no novo Estatuto.

SEGUNDO TURNO

E vai começar o segundo turno do Brasileirão 2016. O time ocupa uma situação intermediária na tabela. Mesmo tendo abdicado um pouco do torneio enquanto lutava pela Libertadores, era para estarmos em posição melhor, com chances de G4, não fossem os mal resultados contra Atlético-PR, Inter e Chapecoense em casa – conquistamos apenas 1 ponto onde no mínimo deveríamos conquistar. Resultados que não são comuns diante da tradicional força do Tricolor no Morumbi, mesmo em fases não tão boas assim. Só pra você ter idéia do impacto disso, com esses pontos perdidos em casa, estaríamos em 6, junto com o Grêmio em pontos.

Bem, o negócio é torcer para que, quem está lá na frente também tropece diante de times que estão mais embaixo da tabela, e principalmente jogando sobre seus domínios. E que o Tricolor faça sua parte, é óbvio. E o ideal é ganharmos no mínimo 11 pontos nas 5 primeiras rodadas, ante Botafogo, Coritiba e Figueirense (casa),  e Inter e Palmeiras (fora). Melhor ainda se beliscarmos uma vitória em um desses jogos fora.

Mas pra isso o time terá que se superar. Estamos com um técnico interino, que pode vir a ser efetivado, mas em meio a isso, as especulações com futuros treinadores não param.

Já dei minha opinião aqui semana passada e fui xingado por uns e aplaudido por outros: eu continuaria na linha de um treinador gringo. Mas como a diretoria não quer, se for pra ser um brasileiro, meu nome seria o de Vanderley Luxemburgo. Ele faria de tudo para fazer o melhor trabalho de sua vida e voltar a seus tempos áureos. Mas, me parece que não é uma opção de Leco também, que pelo visto, busca um técnico com perfil mais de cordeirinho pra não trazer problemas pra já conturbada política dentro do SPFC.

Em meio a tudo isso, começo a gostar da idéia de deixar Jardine mesmo. Pelo menos efetivá-lo até o fim do ano. Mas não como foi feito com Doriva, mas sim deixar o cara até o fim do ano independente de resultados. Jardine é querido pela garotada que subiu de Cotia pro profissional, conhece bem o potencial e defeitos deles. E pelo visto, tem sido bem aceito também pelos medalhões do time.

E você? Manteria Jardine? Faria coro comigo pelo nome do Luxa? Ou ficaria feliz se viesse alguém como Autuori, Ricardo Gomes, Jorginho?

É isso!

Salve o Tricolor Paulista, meu amor hoje e sempre!

artur thumbArtur Couto é engenheiro,  sócio-torcedor e sócio do SPFC,  e é administrador da SPNet. Escreve nesse espaço todas as quartas-feiras.

Fale com o Artur no [email protected] ou Twitter @arturcouto

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários

3 COMENTÁRIOS

  1. Vanderlei (Wanderley) Luxemburgo da Silva.
    Um devasso medalha de ouro em patifarias.
    Há vinte anos atrás, talvez, fosse um sonho de verão.
    Há dez anos, já teria se tornado uma infâmia.
    Hj, uma hecatombe. O suspiro final do nosso Tricolor.
    Bem adequado, aliás, ao plano de governança do enrugado Leco e seus caboclos efeminados.

  2. Luxa não. Ele é a cara de tudo que temos de ruim no futebol brasileiro. Não é uma pessoa íntegra, é o rei da falcatrua, sempre dá um jeito de tirar um “purfa” nos seus “pojetos”. Não serve pra ser técnico do SPFC. Fora que faz muito tempo que não tem um trabalho bom, está ultrapassado.

    Sou mais manter o Jardine sem importar os resultados. Se vier alguém que seja um Abel Braga, por que concordo que trazer estrangeiro agora não daria bom pq não há tempo para adaptação.