O pior já passou…

0
91

Olá amigos, semana passada disse que era hora do torcedor apoiar o time, vencer era preciso, jogar bonito não. A equipe estava na porta do Z-4, se entrasse para sair seria complicado, time grande sofre nessa situação.

Mas o time venceu e bem, 3×1 com muita movimentação, vontade e contando com o apoio de quase 30 mil tricolores.

Morumbi LotadoRicardo Gomes parece ter achado os seus onze titulares e o criticado Wesley é um deles. Parte da torcida pode até não gostar do atleta, mas uma coisa é inegável, ele tem muita personalidade, acho até que se manter esse ritmo o torcedor deve parar de pegar em seu “pé” e apóia-lo, pois nos dois últimos jogos ele se movimentou de um jeito que a muito não se via no meio campo tricolor.

Claro que ainda a equipe possui problemas, mas houve uma evolução desde o clássico contra o Palmeiras e isso deve ser levado em consideração. Matematicamente o time corre risco de rebaixamento, mas particularmente acho quase impossível tal fato.

Além de haver equipes bem piores, o time parece que esta rendendo mais e se vencer ou até empatar com o Atlético PR, lá na Arena da Baixada, o time será mais respeitado pelos adversários e a boa fase ira se consolidar.

Chavez esta mostrando faro de gol, não consigo vê-lo jogando aberto, ele péssimo para driblar, mas centralizado, apostar em um gol do camisa nove é quase certeza, de três oportunidades um tem direção fatal, o cara tem o faro do gol.

Voltando a falar de Ricardo Gomes, reparei que ele demora em mexer no time, domingo com 3×0 no placar e aquele sol do meio dia matando, ele poderia ter trocado e promovido as estreias dos novos atletas e analisar o Daniel por mais tempo, quinta-feira contra o Cruzeiro também achei que ele deveria ter mudado antes. Isso ainda não prejudicou, mas uma hora irá.

Sobre o esquema tático, continuo achando que ele pode variar o 4-2-3-1 com o 3-5-2 durante os jogos, basta colocar Rodrigo Caio (que não vejo como zagueiro), de volante no primeiro esquema e de libero no segundo, além de dificultar a vida do adversário, no 3-5-2 o Chaves não ficaria sozinho no ataque, pois ele sofre muito nesse 4-2-3-1, pois diferente do Calleri, ele tem menos movimentação, além de ser mais lento. Sem falar que os problemas aéreos da defesa seriam provavelmente resolvidos.

Ricardo Gomes não era a opção da maioria dos torcedores pelo que percebo, mas é ele que irá completar o ano na pior hipótese, então apóia-lo é a solução, em sua defesa, posso dizer que além de ser um dos poucos treinadores que não é traíra, como ser humano, ele é nota dez, tive o prazer de conhecê-lo em sua primeira passagem no SPFC e poucos tem a sua educação e sua ética, agora que está no cargo, eu torço para que dê certo e vingue no SPFC.

Pitacos:

Atlético PR: Jogo difícil, mas SPFC vence por 2×1

Denis: Boas defesas vários jogos, pena que normalmente falha antes de começar a defender.

Buffarini: Monstro!

Torcida no domingo: Em suma maioria fez  bonito, mas aquele torcedor que nunca jogou bola real só joga no vídeo game, é chato demais, um exemplo foi um jovem ao meu lado gritando pro Daniel correr ao 90 minutos em uma bola inalcançável e reclamando do time como se o SPFC estivesse disputando título, tem que ter paciência, mas torcedor, jogar feio e vencer no momento tem que aplaudir.

Kátia Firmino: Ex- SPNet foi comigo no Morumbi, além de darmos sorte ao time, ao chegar em casa agradeci por ter essa amiga há mais de 10 anos graças ao site, te amo amiga!

Carlos Alves, 38 anos, jornalista,pai do Gabriel e pagodeiro/sambista.
Carlos Alves, 38 anos, jornalista,pai do Gabriel e pagodeiro/sambista.

Lateral esquerda: Acho que para 2017 esse setor deve ser reforçado, Mena é limitado, Carlinhos não dá confiança e Matheus Reis não parece estar pronto para ser titular.

Bem, um ótimo final de semana e até o próximo sábado!

 

Comentários

comentários