Só o amor é pouco para gerir o SPFC

0
449

cr6pe1mwiaaf33t_crop_galeriaLeco é um são-paulino fanático, disso ninguém duvida, porém esse amor e essa vontade de querer ter seu nome gravado na história do clube com um grande time que conquistou títulos, as vezes o atrapalha. Digo isso após analisar friamente algumas participações dele ao longo desses anos.

Como diretor de futebol, contratou Ricardinho (a maior transação interna na época), participou da volta de Luis Fabiano e agora como presidente contratou o Maicon em definitivo, essas são algumas provas que servem para afirmarmos,  ele faz “loucuras” pelo futebol, mas isso é pouco e quando não programado, as loucuras são dinheiro jogado pelo ralo.

O presidente do tricolor errou de forma grotesca na contratação do técnico, Ricardo Gomes está fraco, não acrescentou nada ao time que está em queda livre.

Mudar o treinador seria a solução geral dos problemas do time? Claro que não, mas faltando menos do que dez jogos e se vier alguém que arrume a casa já pensando em 2017, os últimos quatro jogos, seriam diferentes e o rebaixamento seria evitado.

Com Ricardo Gomes a chance de ver o SPFC na série B, será enorme, pois o elenco e principalmente a torcida não acreditam em seu trabalho.

Eu fui contra a contratação de RG, mas quando chegou, desejei  sorte e torci para dar certo, afinal ele bem é o SPFC bem, porém esses erros de escalação, erros táticos e péssimos resultados, me fizeram ter a certeza de que é preciso mudar o treinador urgentemente para salvar esse ano de 2016.

Por isso, o presidente precisa agir certo, coisa que nos últimos meses está cada vez mais raro de se ver. Parece que as eleições de abril, estão atrapalhando suas decisões.

Juvenal ao forçar o terceiro mandato, disse que o fez, pois não via ninguém pronto em seu grupo para administrar o SPFC. Via potenciais em Júlio Casares, o Natel neto e outros mais jovens, mas não via Leco exercendo essa função, tanto que na hora H, chamou o Aidar (que erro!).

As vezes só o amor ao clube é pouco, Leco fez um bom trabalho na parte administrativa do tricolor, mas cometeu erros no futebol, erros que ainda podem ser minimizados se ele tomar uma decisão rápida e trocar o treinador.

Pitacos:

Denis: Está jogando no seu máximo, mas o seu máximo é pouco para o SPFC.

Chavez: Não está bem, tem que tirar e dar uma oportunidade ao Robson como centroavante, ao menos quinta-feira, foi o que deu mais trabalho para a zaga do Santos.

Três volantes: Está de brincadeira, até quando isso?

Carlos Alves, 39 anos, jornalista,pai do Gabriel e pagodeiro/sambista.
Carlos Alves, 39 anos, jornalista,pai do Gabriel e pagodeiro/sambista.

MAC: Venho para ajudar o SPFC a não cair, então por favor, demita RG.

Enquanto isso: Luxemburgo curte sua família com o “pojeto” SPFC sobre a mesa…

Boa semana e até o próximo sábado.

 

Comentários

comentários