Terças Tricolores – Apenas Uma Reflexão

3
2207

Acho que não há muito que se comentar sobre o jogo do São Paulo de ontem. Atuamos para dar chances a jogadores que não vinham jogando e tentamos ver quem serve e quem não serve para reconstruir o time na temporada de 2017.

Particularmente, acho que caras como Robson e Jean Carlos merecem mais oportunidade e paciência e, ao mesmo tempo, jogadores como Carlinhos, Wesley e Gilberto, merecem a porta de saída do clube.

Não vou nem comentar as especulações que falam sobre André Santos e jogadores do gênero, afinal, o cara está na segunda divisão da Turquia, quase apanhou da torcida do Flamengo e não joga em alto nível já tem MUITOS anos.

Fica a reflexão sobre o que fazer para o ano que vem. Acho que temos bons valores dentro do elenco e precisamos de peças pontuais e comprometidas para agregar qualidade técnica, “jerarquia” (como diria o Bauza) e experiência aos meninos. Se eu fosse o MAC, focaria em trazer um goleiro, um lateral esquerdo (mesmo com o Mena ficando), um meia para ajudar o Cueva e o famoso 9 goleador.

Minha maior explanação ficará por conta do goleiro. Acho que não é novidade para ninguém que o Dênis é um cara instável e que, aparentemente, não suportou o peso da gloriosa camisa tricolor. Suas falhas, seus erros e os resultados de alguns jogos mostram isso. Tudo bem que temos histórico de atletas que demoraram a engrenar, como Raí e Lugano, mas para o GOLEIRO em especial, é muito difícil dar muito tempo de adaptação ao time titular.

Por outro lado, se o Dênis joga é porque o reserva também não faz sombra. É muita ingenuidade da torcida imaginar que TODOS OS TÉCNICOS que passaram pelo SP no último ano tinham algum acordo para deixá-lo no time titular.  Eu costumo escutar vários programas esportivos e nenhum repórter de campo diz que o Renan Ribeiro treina MUITO MELHOR do que o Dênis e que merece ser titular.

Acho que o São Paulo precisa buscar um goleiro que venha para jogar e, mais do que isso, que motive o reserva a REALMENTE disputar a posição. Essa competição interna é saudável para todo mundo e gera profissionais mais interessados em vencer, não falhar e a ter MEDO de errar, afinal, tem um cara no banco pronto para assumir a posição.

Não tenho uma sugestão acessível para a diretoria e, me desculpem, não acredito em goleiros da série B, C e de times rebaixados na A. Sou a favor de desembolsar e trazer o goleiro de algum time que foi melhor que a gente esse ano.

Ver qual que é do Weverton, do Victor, do Grohe e por aí vai. Um nome para RESOLVER. Talvez até ver algum brasileiro que está fora do país. Também não sairia contratando goleiros gringos por aí. Se um atacante gringo chega e já precisa de adaptação, imagina um goleiro. Tenso!

Acho que precisamos ter calma, não cair em especulações CAÇA-CLIQUES e torcer para o MAC e a diretoria fazer o que é preciso.

É isso!

Contato?

@Abroliveira ou [email protected]

Abrahão de Oliveira é jornalista, formado pela Universidade Metodista de São Paulo, dono da @spinfoco, são-paulino e tem o sonho de cobrir um mundial de clubes com o clube do coração. 

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários

3 COMENTÁRIOS

  1. Reginaldo Nunes, a sua ideia, com todo respeito, é absolutamente descartada. RC precisa se desvincular um pouco do SPFC, e sem essa de ficar achando que pode trabalhar no clube a hora que bem entender. Lugano tem que sair no fim do ano, eis que é um ex jogador em atividade duvidosa. Nós já temos o Pintado por lá.