Além das 4 linhas – A pior classificação

1
309

Na era dos pontos corridos, o SPFC nunca ficou além do décimo lugar na tabela de classificação. Em 2016 poderemos bater este recorde negativo, infelizmente.

Mas catástrofe pior será se o clube não conseguir classificação para a Copa Sul Americana de 2017. Pela estrutura que tem o clube, eu acho que o mínimo possível ao SPFC é a classificação para a Libertadores de todo ano, seja no G6 ou G7. Quando não chegamos à Libertadores o clube demonstra que está passando por crise interna. Escrevo isso sem qualquer sentimento de arrogância. Para mim esta é a realidade possível deste clube gigante.

Mas como sabemos, este clube maravilhoso e gigante vem passando por um período só vivido naqueles 18 anos de construção do estádio Cícero Pompeu de Toledo, de 1952 a 1970.

Eu freqüento o Morumbi desde 1977 e sei dos detalhes de nossa história desde 1970. Nunca conquistamos  apenas 1 título em 8 anos como agora. A profissionalização da administração do clube se faz necessária e urgente. A interferência política chegou ao limite, ao conseguir diminuir o tamanho do clube, pelo menos no que diz respeito às conquistas. Isso é um absurdo que o verdadeiro São Paulino não deveria jamais permitir acontecer.

O que esperam que aconteça com o clube? Para conquistar o poder torcem pelo pior? Isso não é coisa de quem ama o clube. Já vimos nossos rivais passarem por crises terríveis. Os verdes ficaram duas vezes na segunda divisão e não tinham dinheiro nem para reformar o estádio,  deixando-o com uma parte interditada por muito tempo. O clube  sem cor só tem estádio graças a corrupção petista e também já foi visitar a segunda divisão, numa clara demonstração de fraqueza.

Para dar um pouco de dignidade ao ano de 2016 a classificação  para a Sul Americana é essencial e mudanças profundas nas eleições de 2017 são aguardadas com ansiedade  juvenil por quem  realmente torce pelo mais querido clube do Brasil. Esta é a minha esperança. Tenho até vergonha dela, pois esperar apenas isso do SPFC é coisa pequena demais para a sua história e é do tamanho exato do momento pequeno que  vivemos desde 2009.

Salve o Tricolor Paulista, o Clube da Fé.

Carlito Sampaio Góes

carlito150x150

Carlito é advogado, trabalha como representante comercial, frequenta o Morumbi desde 1977 e prefere o time que vence ao time que joga bonito. Escreve nesse espaço todas as quintas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários

1 COMENTÁRIO