Febre Tricolor – Presa fácil

0
491
Contratações inviáveis para o momento financeiro do clube são noticiadas por empresários

Diretamente da Bahia este colunista vem alertar aos sãopaulinos sobre os perigos da manipulação da informação. O bêabá do jornalismo recomenda a apuração plural da noticia para redução de equívocos – e até gafes – sobre o que se informa ao público. O leitor atento já percebeu que todo ano é a mesma coisa: grandes estrelas são vinculadas ao São Paulo Futebol Clube na pré-temporada, com o mero intuito empresarial de valorização dos clientes. Pendo a acreditar que a mídia é apenas uma presa fácil dos manipuladores, rechaçando a má-fé.

Somente no mês de dezembro conferi manipulações sobre a chegada de jogadores como Jonathan Calleri (West Ham), Jucilei (Shandong Luneng), Ricardo Goulart (Guangzhou Evergrande), Sandro (West Bromwich), Cristian Colmán (Nacional-PAR), Cícero (Fluminense) e Kaká (Orlando City) para o São Paulo. Somente depois de informar sobre cada um desses nomes, gerando falsa expectativa ao torcedor, os veículos de comunicação se deram o trabalho de conferir versões dos diretores relacionados ao futebol, Marco Aurélio Cunha e José Jacobsen Neto.

Confrontadas as informações sobre esses nomes, apenas as negociações com Colmán e Cícero foram confirmadas pelo departamento de futebol. A estratégia dos empresários de valorizar os clientes e conseguir melhores contratos por meio dos manipuláveis estava concretizada. Por outro lado os veículos ganham com audiência – esperamos que somente com isto – a oposição no clube dá pulos de alegria, pois os atuais diretores ficam queimados, e os torcedores saem frustrados com falsa expectativa.

A realidade

O departamento de futebol terá que usar de criatividade para reforçar o clube para 2017. O dinheiro ficou mais curto depois que o Conselho Deliberativo do São Paulo rejeitou o contrato inicial proposto com uma TV aberta sobre os direitos de transmissão. Segundo o conselho, o dinheiro já era esperado pela atual diretoria para investir em contratações.

Não dá pra criticar a decisão dos conselheiros, pois o objetivo foi preservar as finanças, porém nos dá uma pista mais precisa sobre os reforços que realmente são possíveis ou não. O objetivo da diretoria de trazer três jogadores pra resolver será inviável. Trouxe um: Wellington Nem. Neilton e Sidão são mais pra compor. Não acredito que a negociação com Ricardo Goulart seja real, assim como duvidei sobre todos esses nomes especulados.

No mais, desejo a todos SPNautas um Feliz Natal e de renovação.

Contato:

@RealVelame ou [email protected]

Alexandre Velame é Jornalista e Advogado, são-paulino há quase três décadas e usuário da SPNet desde 1997. Escreve nesse espaço aos domingos.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários