No fim, São Paulo vence o Capivariano e segue 100% na Copinha

1
388

Na reedição da final do Campeonato Paulista Sub-20 de 2016, o São Paulo enfrentou o Capivariano em Capivari para fechar a primeira fase da Copinha. E assim como na decisão do Estadual, deu São Paulo: vitória por 3 a 1, com gols marcados por Gabriel, Geovane (olímpico) e Oliveira. Na segunda fase, os são-paulinos vão enfrentar a Chapecoense em jogo que ainda terá dia e horário definido pela Federação Paulista de Futebol.

O jogo

Como no jogo anterior, Jardine mudou a equipe para dar oportunidade a mais garotos. Assim, Tom, Luan, Rodrigo e Gabriel ganharam vagas na equipe titular. Léo Natel, que começou o jogo diante da União Barbarense, seguiu no time. Na lateral-direita, Neves voltou à equipe que iniciou o jogo.

E como já era esperado, o Tricolor enfrentou o jogo mais difícil da primeira fase. A primeira boa chance veio em cobrança de escanteio pela direita que a zaga desviou em novo escanteio, aos oito minutos. Aos 15, Gabriel Novaes quase abriu o placar depois de receber a bola no meio da zaga, mas o lance saiu à esquerda do gol. Frizzo, aos 18, cobrou falta direto, mas o goleiro Hudson conseguiu mandar pra fora.

Pressionando o rival, aos 19, enfim, saiu o gol. Tom fez ótima jogada pela esquerda e cruzou para a área. Muito bem posicionado, Gabriel empurrou para o gol, marcando o primeiro dele na competição – o garoto tem apenas 17 anos. Em contra-ataque poucos minutos depois, porém, o Capivariano empatou com Gabriel, o que não tirou a tendência ofensiva dos são-paulinos.

Outra grande chance veio aos 34, com Caíque. O atacante recebeu na frente, driblou o goleiro e chutou, mas o zagueiro tirou em cima da linha. De novo Caíque, aos 39, não marcou por muito pouco. Ele chutou colocado de fora da área e o goleiro parou e mão trocada. Luan, aos 42, quase ampliou para o Tricolor em um chute de longe, defendido pelo goleiro.

A segunda etapa começou com um jogo mais truncado e sem muitas chances para ambos os lados. Para mudar esse cenário, aos 21 minutos Jardine fez as primeiras mudanças: entraram Matheus Lu e Paulinho nos lugares de Léo Natel e Luan. Em busca do segundo gol, o Tricolor quase conseguiu com Frizzo, aos 23. Ele ficou com a sobra da zaga e chutou forte, mas Hudson desviou.

Com 31 minutos, mais mudanças no São Paulo depois que o clube perdeu algumas chances de gol. Oliveira entrou na vaga de Frizzo, e Geovane foi para o jogo no lugar de Caíque. E na parte final do jogo, os garotos de Cotia seguiram partindo para o ataque. Matheus Lu teve chance de cabeça, mas o lance foi pra fora. Paulinho teve boa chance em cobrança de falta que saiu à direita da meta do rival.

Lutando até o fim, o Tricolor conseguiu vencer nos minutos finais da partida. O segundo gol foi olímpico e contou com uma ajuda do goleiro – Geovane cobrou escanteio pela direita, a bola bateu em Hudson e entrou. Minutos depois, em contra-ataque maravilhoso, Bissoli fez a jogada pela direita e cruzou para a área, onde Oliveira estava muito bem posicionado para balançar as redes.

Comentários

comentários

1 COMENTÁRIO