Terças Tricolores – O Que Esperar?

1
503

Finalmente a nossa estreia na temporada 2017 está para acontecer. Claro que é um torneio amistoso, mas a ansiedade no torcedor já está grande. Minha curiosidade maior fica por conta do esquema armado pelo Rogério.

Será que voltaremos a atuar com 3 zagueiros e os laterais atuando mais como alas? O Cueva vai ter espaço para desenvolver seu grande potencial? Os pontas serão quem? A base, realmente, vai ter espaço no time?

Eu, sinceramente, espero que a diretoria esteja atenta e tire algum coelho da cartola para o resto da temporada. Nós precisamos de um grande reforço. Os rivais estão fortes, com exceção do Corinthians, e os jogos serão dificílimos.

Nós temos um time que considero “ok”, sem nada especial, mas precisamos de mais para sonhar com títulos. Precisamos de peças de reposição de alguns atletas para serem titulares e de alguns jogadores para dividir a responsabilidade com os que aí estão.

Dizem por aí que podemos perder o Chávez nesse começo de ano, para o futebol chinês. Mas e aí? Como ficará? O Gilberto será o 9 sem concorrência? Quem vai ser o 10? Toda a responsa ficará no Shaylon? O Cícero sozinho vai dar o gás que o meio campo precisa? Esses caras possuem qualidade para auxiliar o Cueva? O Nem já tem condições de jogo?

Essas perguntas todas começarão a ser respondidas contra o River, na quinta feira. Eu ponho alguma fé nesse time. Eu confio muito na dedicação do Rogério como treinador e os currículos de seus auxiliares oferecem um respaldo considerável para crer que, em longo prazo, tudo pode mudar ao nosso favor.

Mas me assusta, também, a ânsia e seca de títulos que vivemos. Será que a torcida terá paciência com o Rogério? Oferecerão respeito e consideração a ele? Ou no primeiro erro ou derrota em clássico ele será xingado?

Que, finalmente, o ano comece para o SPFC. Desejo tudo de melhor a esse time e toda sorte que for possível. Que Telê olhe por nós e guie esse caminho difícil que vamos enfrentar.

Calleri: Considero a decisão da diretoria acertada. Por qual razão traríamos um cara por seis meses? Por que faríamos isso de novo? Ou ele volta por, pelo menos, um ano ou é melhor nem voltar. Que a procura por um centroavante continue.

Rivais: Só para não dizer que não falei das flores, acho que o Palmeiras vem muito forte para 2017 e o Corinthians, se fechar com o Jadson, tem potencial para ficar no meio da tabela. O Santos é praticamente o mesmo e vem forte também. Precisamos nos desdobrar para alcançar o nível de Santos e Palmeiras e trabalhar muito para não cairmos ao nível do Corinthians.

Comentários

comentários

1 COMENTÁRIO