Confirmado por Ceni, Renan Ribeiro fala em fazer ‘nova era’ no São Paulo

0
512

Goleiro será titular neste sábado contra o Ituano e diz que espera sequência para se firmar na equipe. Ele disputa posição com Denis e Sidão, que já falharam neste ano

Renan Ribeiro

Marcio Porto – LANCE!
Posição mais contestada pelos torcedores desde a aposentadoria de Rogério Ceni, em 2015, o gol do São Paulo terá uma novidade neste sábado, no duelo contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista. Confirmado pelo treinador como titular. Renan Ribeiro fará sua primeira partida na temporada. E espera não sair mais. Ele fala em iniciar uma nova era no clube, que já teve Denis e Sidão como titulares este ano, mas sem convencer.

– Sim, se Deus quiser (pode ser uma nova era). Todo momento que tive oportunidade aqui, acredito que pude aproveitar. Agora preciso só de uma sequência para conseguir me firmar e ajudar a equipe – afirmou o goleiro, no desembarque do São Paulo na capital paulista, nesta quinta-feira, após o empate por 1 a 1 com o ABC-RN que garantiu o time na quarta fase da Copa do Brasil.

Renan sabe que sua entrada no time está rodeada de expectativas. Afinal, com falhas de Denis e Sidão este ano, ainda não há um titular fixo na posição. E o jogador de 26 anos espera corresponder a todos.

– Estou encarando da melhor forma possível, de poder mostrar meu trabalho, ter o reconhecimento das pessoas. Quero agradecer à torcida por poder me apoiar, muitos me seguem aí, espero corresponder a expectativa de todo mundo e dar sequência – afirmou o goleiro que chegou ao clube em 2013, vindo do Atlético-MG.

– Estou muito feliz, de poder receber essa oportunidade do Rogério, quero aproveitar da melhor maneira possível e fazer meu melhor para ajudar a sair com os três pontos – completou o goleiro.

Faz tempo que Renan vem esperando por uma oportunidade. No fim do ano passado, na penúltima rodada do Brasileiro, ele foi titular contra o Atlético-MG em Belo Horizonte, mas teve uma fratura em um dos dedos da mão esquerda. Já este ano, ele sofreu uma lesão na coxa esquerda, problema que o tirou da pré-temporada na Florida, nos Estados Unidos. Em todo este período, ele nunca escondeu no clube a insatisfação por não ser aproveitado. Foram 14 jogos com a camisa do São Paulo. Chegou a hora.

– Cada um tem seu trabalho, suas qualidades, então cada um só pode mostrá-las quando está dentro de campo – sentenciou.

Comentários

comentários