Terças Tricolores – Até Onde Vai?

1
484

Na última partida, contra o Santo André, vencemos com dois gols irregulares, sendo um impedimento de mais de dois metros e um gol de mão. Não vou entrar no mérito da discussão do primeiro tento, afinal, até o mais fanático torcedor reconhecerá que foi vergonhosa a atuação do árbitro diante do lance.

Minha questão para debate fica por conta do segundo gol. Nós, enquanto torcedores e amantes do futebol, cobramos TANTO a honestidade. Cobramos tanto, por exemplo, que o Keno mostrasse que foi o Marciel e não o Gabriel a fazer a falta no clássico entre SCCP e SEP, que aconteceu a não muito tempo.

Mas agora, quando o lance é a nosso favor, não vi NINGUÉM cobrando a mesma atitude do Luiz Araújo. O menino, aliás, é craque. Possui um futuro brilhante pela frente, uma velocidade espantosa e uma grande habilidade com a bola. Fará centenas de gols bonitos frutos de seu talento e, para ser sincero, ele não precisava disso. Não quero execrá-lo ou cobrar mais do que pode dar, mas acho que ele deveria ter falado que foi com a mão. O fair play não acontece só quando um jogador cai e você devolve a bola.

fair play é uma maneira de jogar, de entender o esporte e de dar andamento à vida profissional/pessoal. Muitos torcedores vão questionar minhas palavras acima, mas se não formos NÓS a cobrar atitude melhores dos NOSSOS atletas, quem cobrará?

Futebol é mais do que ganhar o jogo e o mestre Telê deixava isso claro em suas entrevistas e em sua metodologia de trabalho. O esporte é ganhar por MERECIMENTO, não por um artifício ou por um “jeitinho”.

Erros acontecem? Claro que sim, afinal, somos todos humanos, mas tirar vantagem é complicado. Eu teria avisado, teria feito o fair play e tentaria ganhar o jogo de maneira “honesta”, por assim dizer.

O Não Adiamento Do Clássico

Alguém esperava MESMO que o Corinthians fosse topar? Não costuma fazer parte da filosofia DELES aceitar algo que beneficie o espetáculo. Esse é o time do jeitinho, apesar de ter sido prejudicado no clássico contra os róseos. O prejuízo para a gente é gigantesco, principalmente pela mística que já foi criada ao redor do Cueva. A ausência do Pratto também será EXTREMAMENTE sentida.

De qualquer forma eles também possuem “desfalques”: Fagner, Balbuena e Romero. Está explicada a razão deles não aceitarem o adiamento do jogo. Tenho fé de que venceremos o jogo. Talvez eu empurrasse o Cícero para a meia, colocaria o Jucilei no meio e na frente entra o GOLberto no lugar do Pratto.  Sem caô e teremos um time forte e pegador. Não tem outro resultado para se pensar: VITÓRIA.

O Problema No Gol Ainda Existe?

Confesso que o Sidão tem me assustado de sobremaneira no gol do SPFC. São falhas sistemáticas, inclusive no último gol contra o Santo André, que deve ligar o sinal de alerta na comissão técnica e diretoria. Precisamos de um arqueiro SEGURO e, até o momento, o Sidão não tem se mostrado esse arqueiro.

Dariam outra chance ao Dênis? Renan Ribeiro terá oportunidades? Fica o questionamento que precisa ser feito antes que seja tarde.

É isso!

Contato?

@Abroliveira ou [email protected]

Abrahão de Oliveira é jornalista, formado pela Universidade Metodista de São Paulo, dono da @spinfoco, são-paulino e tem o sonho de cobrir um mundial de clubes com o clube do coração. 

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários

1 COMENTÁRIO

  1. O texto descreve o correto, porém não acredito que veremos ocorrer uma atitude assim, complicado, a disputa supera a moral, por este motivo há o juiz.
    Você escreveria isto se o gol do menino tivesse ocorrido em uma final de Libertadores, último jogo, 44 do segundo tempo, gol de título ?