Tricolor larga na frente, mas fica no empate com o Ituano

0
126

Com gol de Cueva – em bela jogada de Pratto – e grande atuação do goleiro Renan Ribeiro, o Tricolor largou na frente diante do Ituano neste sábado (18) e tentou reagir no Campeonato Paulista de 2017, mas sofreu o empate na segunda etapa e ficou no 1 a 1. Apesar do tropeço, no Morumbi, o São Paulo se manteve na liderança do Grupo B, agora com 15 pontos em nove jogos, seguido pelo Linense (14). Na próxima quarta-feira (22), com a missão de tentar reagir na competição, a equipe são-paulina visitará o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

Para encarar o clube de Itu, o time são-paulino não contou com Sidão (lombalgia), Maicon (entorse no tornozelo esquerdo), Rodrigo Caio (suspenso pelo terceiro cartão amarelo e vetado após sofrer um edema na região do ligamento colateral medial) e Wesley (artroscopia no joelho), além de Lyanco, que não está inscrito no torneio. No entanto, o Tricolor teve as voltas de Lucas Pratto – com uma máscara de proteção após sofrer fratura no nariz –, Breno e Jucilei (estes dois últimos preservados contra o ABC-RN (1 x 1).

Assim, a equipe foi escalada com Renan Ribeiro; Bruno, Breno, Douglas e Buffarini; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Luiz Araújo, Lucas Pratto e Cueva. Já o adversário começou a partida com Fábio; Arnaldo, Naylhor, Lima e Peri; Walfrido, Igor, Marcelinho e Claudinho; Simião e Morato. Quando a bola rolou, diante de um rival bem fechado no campo de defesa, o São Paulo não teve vida fácil para explorar as jogadas na frente.

Nos contragolpes, os visitantes ainda levaram perigo. Logo aos quatro minutos, em jogada pela ponta esquerda do Ituano, a bola chegou rasteira para Wellington Simião, que finalizou: Renan Ribeiro saiu bem do gol e impediu que o adversário abrisse o placar! Para tentar responder, o Tricolor trocava passes pelo meio e tentava avançar, mas tinha dificuldades para entrar na área e conseguir a finalização.

Para tentar surpreender, o São Paulo contou com boa investida de Bruno pela ponta direita: o camisa 2 chegou no fundo e fez o cruzamento fechado. O arqueiro Fábio teve que socar a bola para conter a descida são-paulina. E se a equipe não conseguia municiar Pratto no ataque, a solução foi tirar o centroavante da área.

Aos 42 minutos, o camisa 14 buscou a jogada e rolou para Bruno, que cruzou da direita para Cueva: o peruano chegou embalado e bateu firme para inaugurar o marcador no Morumbi: 1 a 0! Na comemoração, o meia fez questão de parabenizar o atacante argentino pelo lance.

Na volta para a segunda etapa, o técnico Rogério Ceni promoveu duas alterações e tentou dar mais mobilidade ao time: entraram Junior Tavares e João Schmidt nas vagas de Buffarini e Douglas, respectivamente. Jucilei, que já tinha atuado como zagueiro fora do país, foi deslocado para a defesa ao lado de Breno.

Porém, apesar das mudanças, o Tricolor não conseguiu impedir que os visitantes reagissem. Em busca do embate, o Ituano se mandou para o campo de ataque e deu trabalho ao goleiro Renan, que fez grandes intervenções, mas nada pôde fazer para conter o tento do rival aos 16 minutos, anotado por Wellington Simião: 1 a 1.

Em uma nova tentativa de render mais opções ofensivas, o treinador são-paulino promoveu a entrada de Wellington Nem na vaga de Cícero. Com o camisa 21, o São Paulo reagiu e criou boa oportunidade aos 28 minutos: o atacante recebeu na área, abriu o espaço e soltou a bomba. O goleiro Fábio teve que se desdobrar para espalmar. No minuto seguinte, Bruno cruzou para Pratto, que testou e carimbou a trave!

Com as duas equipes atrás da vitória, a partida ficou franca e contou com boas jogadas de ataque de ambos os lados, no entanto as redes não balançaram novamente e o confronto válido pela nona rodada do Campeonato Paulista terminou empatado por 1 a 1. Na próxima quarta-feira (22), com a missão de tentar reagir na competição, o Tricolor visitará o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

Comentários

comentários