Com “jogo de xadrez” pela frente, Wesley promete: “Seremos bem agressivos”

0
193

Meio-campista não acredita que Corinthians vá mudar a postura de marcar forte e buscar os contra-ataques na decisão do próximo domingo. Volante atuará como lateral

Um jogo de xadrez. É dessa maneira que o volante Wesley vê o clássico contra o Corinthians, domingo, às 16h, em Itaquera, pela semifinal do Campeonato Paulista. Tudo porque o meio-campista não acredita que o rival vai mudar sua postura de marcar forte e tentar surpreender nos contra-ataques. Caberá ao Tricolor encontrar uma maneira de furar o bloqueio defensivo.

– A equipe deles é bem postada. Eles vão entrar para querer a classificação. Será um jogo de xadrez, precisamos quebrar as linhas para alcançar o nosso objetivo. O que posso dizer é que seremos bem agressivos – afirmou o jogador, que concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda.

Wesley será titular da lateral-direita no próximo domingo (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net) Wesley será titular da lateral-direita no próximo domingo (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

Wesley será titular da lateral-direita no próximo domingo (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

Wesley não acredita que o Corinthians entrará em campo cabisbaixo por ter sido eliminado dentro de casa pelo Internacional, na última quarta, pela Copa do Brasil.

– O futebol é muito dinâmico. Quem está mal pode reverter e quem está em cima pode viver uma situação negativa. Não acredito que ficarão com a cabeça baixa. O que posso dizer é que para nós, apesar da vitória, é uma semana complicada porque ninguém gosta de ser eliminado. Por isso, vamos atrás do resultado que a gente tanto precisa, com uma diferença de gols. Espero a vitória para podermos seguir adiante.

Meio-campista de origem, o jogador atuará como lateral-direito no final de semana, já que Buffarini e Araruna estão lesionados, e Bruno não está inscrito na competição. Ele se diz pronto para a responsabilidade e prevê crescimento de sua atuação.

– Será o meu segundo jogo, o ritmo de jogo já melhora. Venho trabalhando bastante, estou com a cabeça boa. Aconteceu uma lesão na pré-temporada que me atrapalhou. Fiquei três ou quatro semanas achando que era uma coisa e depois fui ver que o caso era cirúrgico. Mas temos desafios e precisamos passar por cima. Onde o Rogério precisar vou ajudar com o máximo de disposição. Vamos para cima no domingo – ressaltou.

Para Wesley, o episódio envolvendo o zagueiro Rodrigo Caio é passado.

– É normal ter divergências, acontece em qualquer lugar onde muitas pessoas trabalham juntas. É bom que cada um tenha a sua opinião, mas é importante passar o corretivo o quanto antes. Temos que levar o São Paulo ao lugar que ele merece – disse.

Comentários

comentários