Hora de avaliar e trabalhar

1
595

É inegável que a contratação de Lucas Pratto e o bom início de ano do tricolor, fizeram alguns torcedores elevarem o “patamar”do time e adiantar o estágio em que o trabalho do treinador Rogério Ceni estava.

O time chegou a ser o melhor ataque do país, algumas goleadas e a vitória sobre o Santos na Vila Belmiro, deram suporte a tese de que vencer títulos já no primeiro semestre era possível.

E a Florida Cup, não conta? Claro que não! Esse foi um torneio de pré-temporada, serviu para mostrar a proposta de trabalho e o título serviu para estimular ainda mais os jogadores a apostar nessa proposta de jogo e nos ideais de Ceni.

Pratto, Cicero, Wellington  Nem e Neilton foram as contratações principais do SPFC, porém, o argentino é o único incontestável . Wellington Nem começou o ano voando, mas após a contusão, caiu de rendimento drasticamente e indo de titular absoluto para terceira opção.

Já a dupla Cicero e Neilton, estão comprovando uma tese que tenho já há algum tempo. Jogador destaque no Rio de Janeiro, não rende igual em São Paulo e principalmente no São Paulo. Nos últimos anos passaram no Morumbi:  Juan, Carlinhos,Bruno, Cicero e Neilton.

O lateral direito que renovou o contrato neste ano, mesmo estando no clube há um bom tempo, Bruno nunca foi unânime, alternando boas e más atuações estará presente e sem risco de ser dispensado, pois o mercado não oferece boas alternatis  e Buffarini também não deu certo. E Neilton no Botafogo voava, encarava o mano a mano sem medo e foi o detaque do time no BR-16, já no SPFC  o atacante não emplaca e deve até ser negociado se a oportunidade certa aparecer.

Então amigos, se a situação desses reforços fossem ao contrário o time poderia estar em um nível acima do atual, mas não é o caso. Claro que Ceni teve participação nas contratações, mas todos irão concordar que as intenções do M1to eram as melhores possíveis ao indicar Cicero e aceitar a troca de Neilton por Hudsosn.

Agora é seguir trabalhando, aquele time retranqueiro, medroso e omisso de 2016, faz parte do passado, o de 2017 está sim em reformulação, cobrar títulos neste ano chega a ser injusto com o M1to, que tem como meta a vaga na Libertadores do próximo ano e  a certeza de que títulos serão fundamentais  em 2018 para dar continuidade ao cargo no clube sem questionamentos.

Bem, por hoje é isso, espero que tenham gostado e boa semana.

Pitacos?

Zaga: Não comentei as falhas no texto, pois critiquei muito esse setor em outras colunas e como disse na última, com duas semanas de trabalhos isso deve ser melhorado.

Pablo no Morumbi:  Acho difícil, mas se viesse seria para ser titular e no lugar de Rodrigo Caio, então devemos supor que este último deva mesmo ser transferido na próxima janela.

Carlos Alves, 39 anos, jornalista,pai do Gabriel e pagodeiro/sambista.

Morumbi precisa sim de reforma: Morumbi estará fora da próxima Copa América que será disputada aqui no Brasil. As arenas do Palmeiras e do Corinthians já estão confirmadas como as duas do estado. Cobrir o estádio  (pelo menos) é essencial para dar mais qualidade ao torcedor  e voltar a ser o templo do futebol paulista.

Reforços: Continuo achando que um meia deva ser prioridade para jogar ao lado de Cueva ou ser um rival para o peruano.

 

 

Comentários

comentários

1 COMENTÁRIO

  1. O Cicero foi um erro do RC, ele contratou o cara baseado na opinião pessoal, ele gosta do Cícero como pessoa, eram amigos e blá blá blá, errou.
    O Neilton foi uma aposta, o time precisava de um jogador com esta característica, apareceu a oportunidade de troca com o Hudson que vinha um pouco desgastado com a torcida, valeu a tentativa.
    Já nossa zaga precisa sim de um reforço, Lugano esta cansado e o Breno não conseguiu a recuperação, uma pena, baita zagueiro. Portanto temos Douglas (que deve sair), Maicon, Rodrigo Caio e Lucão. Na minha opinião o Rodrigo Caio deveria ser vendido e a diretoria deveria trazer o Miranda.
    Precisamos de um jogador para disputar a posição com o Cícero e ai é que é o problema, este jogador vai ser difícil de encontrar, não me vem ninguém na cabeça para ser contratado. Há alguma sugestão ?