Contra-ataque, inversão e cavadinha de Ceni: São Paulo treina sob forte chuva

0
702

Trabalho põe atacantes em superioridade de 3 x 2 com a posse após lançamentos, e zagueiros em 2 x 1 na defesa para vencer pressão. Técnico arrisca chute de cobertura, mas Denis pega

O São Paulo treinou sob forte chuva na manhã desta sexta-feira, no CT da Barra Funda, de olho no duelo com o Avaí, segunda-feira, no Morumbi. Preocupado com o risco de lesões pelo campo encharcado, Rogério Ceni promoveu um trabalho dividido em duas partes. Diante do tempo ruim, atletas como Cícero (recuperado recentemente de gripe) e Renan Ribeiro treinaram de casaco. Cueva adotou gorro.

No campo de defesa, dois zagueiros tinham de superar a pressão de um atacante até a linha do meio de campo, onde dois bonecos ficavam posicionados nas extremidades. Ao lado deles, os atletas esperavam um lançamento que invertia o lado da jogada para sair em velocidade e simular um contra-ataque de três contra dois.

Neilton, com futuro incerto, fez bonito gol após combinação com Cícero e Lucas Fernandes. Acompanhando a atividade de perto, Ceni cobrou os atletas e pediu capricho nas finalizações, além de velocidade.

Em dado momento da atividade, ele protagonizou lance inusitado: após ajudar Gilberto na pressão da saída de bola, Ceni tabelou com o atacante e percebeu Denis adiantado. O técnico, então, tentou fazer gol com uma cavadinha para encobrir o goleiro, mas Denis fez a defesa. Curiosamente, os dois sofreram gols dessa maneira em clássicos com o Palmeiras.

Rogério Ceni comandou trabalho com chuva na manhã desta sexta-feira (Foto: Mauricio Rummens/Estadão Conteúdo)

Rogério Ceni comandou trabalho com chuva na manhã desta sexta-feira (Foto: Mauricio Rummens/Estadão Conteúdo)

A segunda parte do treino, reservada para treino tático, foi fechada para a imprensa. Ceni não quis revelar a escalação titular. Ele não terá Wellington Nem, Araruna, Wesley e Morato, todos lesionados.

Comentários

comentários