domingo, junho 25, 2017
Home Notícias Herdeiro de Ceni: Renan Ribeiro se destaca nos lançamentos certos

Herdeiro de Ceni: Renan Ribeiro se destaca nos lançamentos certos

2
664

LANCE

Goleiro é um dos líderes do quesito entre todos os jogadores do Campeonato Brasileiro e, como fazia seu treinador, virou uma opção mais segura na saída de bola do São Paulo

Entre 1997 e 2015, período em que foi titular absoluto do gol do São Paulo, Rogério Ceni foi exemplo de jogador da posição com qualidade na saída de bola. Hoje, o ídolo virou técnico. E vê Renan Ribeiro como sucessor no acerto em lançamentos.

Nos números do Footstats, o camisa 30 do Tricolor é o segundo colocado entre todos os jogadores do Campeonato Brasileiro nas estatísticas de lançamentos certos: 45, atrás apenas dos 50 de Fernando Miguel, goleiro do Vitória.

Mas Renan Ribeiro tem um índice de eficiência superior ao do colega do time baiano, já que acertou 51,1% dos 98 lançamentos que arriscou no campeonato, enquanto Fernando Miguel errou em 65,3% de suas 144 tentativas nessa jogada.

Pode parecer alto o número de 43 lançamentos errados de Renan Ribeiro neste Campeonato Brasileiro. Mas, no ranking geral da competição, ele é apenas o 16º na estatística de falhas nesse quesito. O líder é exatamente Fernando Miguel, com 94 equívocos em suas tentativas.

Na análise fria das estatísticas, conclui-se que Renan Ribeiro pensa bastante antes de dar chutão, já que arrisca menos lançamentos e, quando os faz, acerta mais da metade. Como Rogério Ceni costuma escalar o time com jogadores velozes no setor ofensivo, essa característica se torna ainda mais útil.

Mais do que sua utilidade com os pés, Renan Ribeiro vive um momento de tranquilidade debaixo das traves exatamente por evitar sofrer gols. Começou a temporada como terceira opção, mas aproveitou a chance enquanto Denis e Sidão acumulavam falhas. Nas últimas partidas, chegou a fazer grandes defesas nos duelos contra Vitória e Sport.

Agora, o desejo do goleiro titular é não só diminuir o número de gols sofridos – foram cinco em sete rodadas do Brasileiro, todos em partidas fora de casa -, mas definir sua permanência no clube. Seu contrato acaba em maio e ele já disse que quer ficar, só está esperando a movimentação da diretoria.

Comentários

comentários

2 COMENTÁRIOS