quinta-feira, agosto 17, 2017
Home Notícias São Paulo sonda volante do Huracán, mas foca seus esforços em Petros

São Paulo sonda volante do Huracán, mas foca seus esforços em Petros

1
2530

LANCE

Representante do clube consultou as condições do argentino Lucio Compagnucci, mas a negociação avançará somente se o Betis não aceitar a proposta feita para contratar Petros

Compagnucci

Divulgação/Huracán

O volante que a diretoria quer dar a Rogério Ceni é Petros, que já acertou as bases de seu contrato com o São Paulo e depende apenas de o Betis aceitar a oferta feita para ser anunciado. Mas os dirigentes abriram o leque de opções e chegaram a procurar o volante Lucio Compagnucci, argentino que joga no Huracán.

O jogador de 21 anos foi procurado por um representante do São Paulo para saber a sua situação. Ele é dono de seus direitos econômicos e tem mais um ano de contrato com o Huracán. Mostrou-se disposto a negociar, mas nenhuma proposta oficial foi feita a ele.

Compagnucci informou a esse representante do Tricolor que, caso ainda haja interesse do clube, vai negociar somente no final do mês. O meio-campista prefere manter seu foco na busca do Huracán para evitar o rebaixamento no Campeonato Argentino.

Independentemente da vontade do jogador, o que ele recebeu não foi mais do que uma sondagem. A diretoria tem trabalhado com mais opções no mercado – foi assim que encontrou o zagueiro equatoriano Robert Arboleda, por exemplo – e recebeu boas informações de Compagnucci, formado no Vélez Sarsfield e com passagem pelas categorias de base da seleção argentina.

Depois de não conseguir acertar com Fernando Bob, da Ponte Preta, no início do mês – o Tricolor se recusou a arcar com uma dívida do Inter, dono dos direitos econômicos do jogador -, o foco total da busca por um volante está em Petros. E a negociação avançou após o Palmeiras desistir do jogador para trazer Bruno Henrique, do Palermo.

Petros quer voltar a morar no Brasil para casar com sua namorada e, com o interesse do São Paulo, pediu para seu empresário nem negociar mais com clubes de Espanha e Itália que mostraram interesse. Ele acertou as bases do contrato e o Tricolor fez oferta próxima dos 2,5 milhões de euros (mais de R$ 9 milhões) que o Betis desejava inicialmente por 50% de seus direitos. Basta o clube espanhol aceitá-la para o meio-campista virar atleta do time do Morumbi.

A busca por um volante se justifica pela saída de João Schmidt, que já acertou com Atalanta, da Itália. A diretoria também perdeu o atacante Luiz Araújo, vendido ao Lille, da França, e já trouxe neste mês os atacantes Maicosuel e Denilson e, além de Petros, está bem próximo de anunciar o zagueiro Robert Arboleda, da seleção equatoriana e da Universidad Católica de Quito. O clube ainda busca um meia e outro velocista para reforçar o elenco de Rogério Ceni.

Comentários

comentários

1 COMENTÁRIO

  1. O DAB- Departamento de Análise de Bosta do São Paulo, sondou um jogador dono do próprio passe de um clube que está prestes cair para terceira divisão na Argentina, vejam o ridículo e a incompetência desta merda de diretoria, um clube da grandeza do São Paulo na mão de um bando de amadores, que estão transformando nosso clube num aterro sanitário.
    Este bando de urubus do poder, deveriam ter contratado logo o Fernando Bob, ao invés de ficar atrás deste gambá – Petros que muito inferior ao Bob.
    Pelo jeito estes carcarás do poder não contratarão ninguém, virá em breve mais alguns refugos ou lixos idênticos aos conceitos desta diretoria burra e incompetente, que está afundando o clube.
    Segue a Carruagem um elenco e comissão técnica: frágeis, limitados e medíocres; diretoria burra e incompetente auxiliada pelo DAB- Departamento de Análise de Bosta que só indica refugos e lixos…
    Viva a segundona…