Petros se irrita com falha no São Paulo, e Renan Ribeiro pede união ao time

14
3616

GloboEsporte.com – Marcelo Prado

Caras de poucos amigos e sem conseguir dar explicações para o péssimo momento vivido no Campeonato Brasileiro. Esse foi o cenário encontrado no vestiário do São Paulo após a derrota de 2 a 0 para a Chapecoense. Somente dois jogadores atenderam os jornalistas: o volante Petros e o goleiro Renan Ribeiro. Ambos mostraram bastante incômodo com a situação e pedem união para que o Tricolor consiga deixar a zona do rebaixamento.

Petros estava muito irritado com o primeiro gol adversário, marcado por Túlio de Melo, após falha de Junior Tavares.

– Uma desatenção. Não podemos tomar os gols que estamos tomando. Se você está atuando sem confiança, não pode levar gol. Cada um precisa assumir a sua responsabilidade. Temos que eliminar os gols sofridos o mais rápido possível para voltar a ganhar. Nossa equipe precisa saber se comportar para conseguir reagir quando as coisas não dão certo – disse o meio-campista.

Petros diz que falta atenção ao São Paulo

Petros diz que falta atenção ao São Paulo

Já Renan Ribeiro diz não saber o que fazer para o São Paulo reagir no Campeonato Brasileiro.

– Se eu soubesse, te juro que estaria mostrando a todos. Não tem outra maneira, é hora de se fechar, trabalhar quando tiver tempo e buscar a recuperação. Nosso momento é triste, mas não adianta ficar apontando, questionando – ressaltou o defensor.

Questionado se estava preocupado com a possibilidade de rebaixamento, Renan Ribeiro falou:

– Temos que pensar apenas no próximo jogo e na vitória. Não podemos jogar mais esse peso para cima de nós – afirmou.

O São Paulo terá apenas dois dias para treinar, já que voltará a campo na próxima quarta-feira, às 21h45, para enfrentar o Vasco, no estádio do Morumbi.

Comentários

comentários

14 COMENTÁRIOS

  1. Alguém duvida anda que quem escala o time é o Leco?
    O Dorival é mais um capacho na mão da diretoria que não quer ver ser jogadores favoritos serem desvalorizados no banco.
    O novo capacho copia o Rogério Ceni em tudo, até mesmo na substituição.

    BANCO URGENTE PARA:
    RENAN
    BRUNO
    BUFARINI
    JUNIOR TAVARES
    RODRIGO CAIO
    W. NEM
    MARCINHO
    PRATTO.

  2. Pelo amor de Deus, troca praticamente toda a defesa para o próximo jogo, deixando somente o Arboleda para não ser pela ruindade destes lixos. O goleiro, então parece uma barata tonta, não serve para um time como o São Paulo. O R. Caio parece um zagueiro de time de faculdade de medicina; os laterais então a começar por este arremedo de jogador chamado J. Tavares, nunca vi nada pior defendendo ou tentando atacar.
    Alguém faça alguma coisa urgente!

  3. João Francisco Dalbem (dos comentários do Fbook):

    O Dorival acabou de chegar.
    É totalmente possível se distanciar das últimas posições.

    Todos são livres pra opinar.
    Mas ficar repetindo negatividade em todo post só ajuda a atrair mais negatividade.

    Vamo lá, irmão! Acredita aí!
    Abraço!

  4. Carmba LG, finalmente vou concordar com vc! Rs… Zetti jamais tomaria gols assim. Esses goleiros de hoje em dia são bundões, tem medo de se “machucar”. Sai dando porrada na bola e em quem mais aparecer na frente, caramba!!!

    E concordo, sai jogando com o Lucas Fernandes e Shailon, ou o próprio Marcinho. Chega do Nelson Ned que não joga merda nenhuma. E põe logo alguém no lugar do Rodrigo Caio que também já está pensando nas russas.

  5. Zetti ia buscar a bola na cabeça do atacante no bico da grande área, um espetáculo.

    Nunca mais vi isso depois que ele saiu do São Paulo, creio que deve ser o peso das chuteiras, ou mesmo as raízes que se formam por causa do solo fértil.

    Tentem Alfacidão na próxima partida, quem sabe não dá mais sorte.

    Desaparecam com esse argentino Jonathas e com o Nem.

    Começa com o Lucas Fernandes e o Shailon.

    Na direita coloca um cone, pelo menos atrapalha