Estreia na zaga, volante na lateral… veja como o São Paulo deve encarar a Ponte

0
1698

GloboEsporte.com

Marcelo Prado

Dorival Júnior teve dez dias de treinos para arrumar a equipe e fará, nesta sexta-feira, o último ensaio antes do jogo contra a Macaca, sábado, no Morumbi.

Após dez dias de treinamentos no CT da Barra Funda, Dorival Júnior comandará na tarde desta sexta-feira o último trabalho antes da partida contra a Ponte Preta, sábado, às 19h, no Morumbi. Com base no que o treinador fez nos últimos dias, o time terá novidades para encarar a Macaca.

O técnico vai manter até o último instante o mistério na zaga, já que Arboleda está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. No início da semana, Lugano era o favorito, mas o recém-contratado Bruno Alves apareceu no time titular no treino de quarta-feira e embolou a disputa. A tendência é que o reforço vindo do Figueirense leve a melhor sobre o uruguaio e forme dupla com Rodrigo Caio.

Bruno Alves (esq.) deve levar a melhor sobre Lugano (ao fundo) e ser titular da zaga tricolor (Foto: Divulgação/ São Paulo)

Bruno Alves (esq.) deve levar a melhor sobre Lugano (ao fundo) e ser titular da zaga tricolor (Foto: Divulgação/ São Paulo)

No meio-campo, Cueva, em péssima fase no clube, está ameaçado de perder a posição para Lucas Fernandes, que trabalhou no time titular em todos os treinos abertos enquanto o peruano defendia a seleção do seu país. O gringo retornou nesta quinta-feira, mas deverá ficar como opção no banco de reservas.

Dorival aposta alto em Lucas Fernandes (na foto, conduz o garoto ao campo do CT para o início do treino) (Foto: Marcelo Hazan)

Dorival aposta alto em Lucas Fernandes (na foto, conduz o garoto ao campo do CT para o início do treino) (Foto: Marcelo Hazan)

Na lateral direita, uma novidade. Como Bruno segue no departamento médico e Buffarini foi muito mal no clássico contra o Palmeiras, o treinador vai recorrer ao volante Éder Militão, que mostrará sua polivalência. Isso porque ele também já atuou como zagueiro (diante do Bahia), além de ter jogado em sua posição de origem contra o Cruzeiro. Agora é a alternativa para tentar melhorar o sistema de marcação.

Éder Militão tentará proteger melhor o lado direito da defesa são-paulina (Foto: Rubens Chiri / site oficial do SPFC)

Éder Militão tentará proteger melhor o lado direito da defesa são-paulina (Foto: Rubens Chiri / site oficial do SPFC)

No comando do ataque, Lucas Pratto, que sofreu um grande susto no clássico contra o Palmeiras, tem presença assegurada diante da Macaca. O camisa 9 levou uma joelhada de Hernanes no primeiro tempo do Choque-Rei, apagou em campo e foi levado de ambulância para o hospital. Mas nada de grave aconteceu e, desde a última segunda, ele trabalha normalmente no CT.

Pratto (com as mãos na cintura) tem presença confirmada no time, apesar do susto no último jogo (Foto: Marcelo Hazan)

Pratto (com as mãos na cintura) tem presença confirmada no time, apesar do susto no último jogo (Foto: Marcelo Hazan)

Se nenhum problema acontecer de última hora, a tendência é que o São Paulo enfrente a Ponte Preta com: Sidão; Éder Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edimar; Petros; Marcos Guilherme, Jucilei, Hernanes e Lucas Fernandes; Lucas Pratto. No meio-campo, Jucilei ficou sem treinar por dois dias por causa de uma pancada na coxa, mas se recuperou e deve ir para o jogo.

Provável escalação do São Paulo contra a Ponte (Foto: GloboEsporte.com)

Provável escalação do São Paulo contra a Ponte (Foto: GloboEsporte.com)

Para sair da zona de rebaixamento na próxima rodada, o São Paulo tem que fazer a sua parte, que é vencer a Ponte Preta, e torcer por uma combinação de resultados. Entre derrota do Coritiba (para o Atlético-PR) e empates de Vitória (com o Fluminense), Chapecoense (com o Cruzeiro) e Avaí (com o Sport), ao menos três desses resultados precisam acontecer.

Comentários

comentários