SPFC em Pauta – 2017 comparado com 2013 assusta

0
526

Estava assistindo essa semana aos jogos da Libertadores e da Copa Sul-Americana, ao invés de de sentir o que sempre senti que é a alegria de estar fazendo o que gosto, vendo um jogo de futebol, não foi como antes, senti não sei se é tristeza, mas é um tipo de uma mágoa. Aí vocês me perguntam: “Ué, qual o motivo disso já que está fazendo uma coisa que gosta?”, e eu respondo, caro leitores. Talvez alguns de vocês vai até se identificar comigo: o São Paulo.

Me lembro de toda aquela ansiedade de esperar anos atrás o jogo do São Paulo na Libertadores e Sul-Americana, o dia em sí já batia o nervosismo seja na estréia ou em jogo decisivo. Eramos temidos, talvez um dos times mais temidos do mundo visto que nos anos 90 nem Real Madrid, Barcelona eram páreo pra nós, visto até que recentemente em 2013 jogamos contra o Bayern de Munique que era campeão da Champions nesse ano e mais pra frente seria campeão mundial, onde todos acharam que perderíamos de goleada deles, já que em 2013 também passávamos por um péssimo momento e uma das até então piores crises da história, mal saberíamos do que estava por vir em 2017 que pra mim está sendo a pior crise da história, perdemos só por 2 a 0.

A “Mágoa” assistindo esses jogos foi pensar que não há mais aquela esperança, pelo menos por agora de ver jogos do São Paulo nesses campeonatos. De ver jogos como também em 2013 pelas Oitavas da mesma citada Sul-Americana em que vencemos a Universidad de Chile lá no Chile por 4 a 3, o jogo em que Rogério Ceni foi um monstro e pra mim foi a melhor apresentação dele das últimas antes de se aposentar. Sinceramente, caros, há alguma esperança de ver Sidão, Denis, Renan fazer um partida dessas?

Vejam a diferença das proporções de 2013 pra hoje, em 2013 perdemos “apenas” por 2 a 0 do melhor time da Europa na época que foi campeão da Champions League e Mundial (logo após), vencemos um time em um jogo dificílimo no Chile por 4 a 3 e com uma apresentação monstruosa e histórica do nosso goleiro e escapamos do rebaixamento vencendo o Vasco no Morumbi por 5 a 1 e em São Januário por 2 a 0, Vasco esse que era também nosso concorrente direto contra o rebaixamento. O que acontece em 2017? Do 10º colocado do Brasileirão pra baixo só vencemos Vasco, Avaí e Vitória, fomos eliminados na Sul-Americana por um time da Argentina que aqui se compara a time de Série B ou C que é o Defensa y Justicia, não temos o chamado “goleiro monstro” no gol que em 2013 era considerado “monstro” e “ídolo”, em 2013 justamente esse nosso goleiro fez uma apresentação memorável, em 2017 não temos essa apresentação memorável em nenhum de nossos goleiros.

Pra nós que realmente amamos o time e torcemos, dá uma tristeza justamente por ver que o time se encontra nessa situação e chega a até sair lágrima dos olhos no apito final dos jogos, coisa que não aconteceu em 2013. Quando será que voltaremos a ver o São Paulo aguerrido, dando o sangue em campo, com jogos memoráveis, disputando e sendo temido na Libertadores (onde tínhamos o maior respeito) e na Sul-Americana? Hoje não temos prognóstico algum, não sabemos nem se realmente vai sair do Z4 pela situação que se encontra.

Temos um jogo dificílimo contra o Vitória e depois contra o Corinthians, que façam as apresentações memoráveis nesses jogos como teve no ano de 2013.

Seja o que Deus quiser!

Até a próxima…
________________________________________________________________

Contato: [email protected]

Carlinhos Novack é Jornalista, já foi colunista de outros sites tricolores, ex-LANCE!. Escreve suas colunas na SPNet todas as Quintas.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários