Terças Tricolores – A Situação Melhorou E As Perspectivas Para O Futuro

4
1319

O resultado do último final de semana foi fundamental para a permanência do São Paulo na série A do Campeonato Brasileiro. A vitória contra o Flamengo veio na raça e técnica do primeiro tempo e no salve-se quem puder que foi o segundo. Mas o texto de hoje não fica por conta da análise do jogo, afinal, profissionais mais qualificados do que eu já fizeram esse trabalho de maneira exaustiva.

Minha reflexão de hoje fica por conta do que podemos esperar para esse resto de campeonato e quais as perspectivas para o ano que vem. Lembro, de cabeça, que jogaremos contra Santos, Goianiense, Chapecoense, Vasco, Grêmio, Botafogo, Coxa e Bahia.

Desses jogos, independente de ser em casa ou não, acredito em vitória contra Goianiense, Chapecoense e Bahia. Com esses pontos, chegaríamos a 46 e, segundo a imprensa vem dizendo, precisamos de 48 para não cair. Outra vitória, contra o Botafogo, em casa, talvez seja o suficiente para nos livrarmos de vez do fantasma do rebaixamento.

O único problema disso tudo é que o time é muito inconstante. Não duvidaria a nossa equipe vencer o Santos, perder do Goianiense e empatar com a Chapecoense, jogando as projeções para o espaço e obrigando o torcedor a recalcular, rodada a rodada, a pontuação para ficar na série A. É uma tarefa difícil projetar nossos pontos até o fim do campeonato.

Minha atitude, diante desse cenário, é torcer JOGO A JOGO. Ganhamos do Fla? Ok, próximo! Temos que buscar uma vitória contra o Santos ou, pelo menos, não perder o clássico, custe o que custar. É imperativo continuar pontuando, principalmente devido aos confrontos do adversários que, nessa rodada, pontuarão, com certeza.

O Futuro

Por estarmos nessa situação ridícula o planejamento, claro, está atrasado. Não sabemos quem será o técnico, quem será o goleiro, se o Hernanes e Jucilei ficarão e se temos alguma contratação “engatilhada”. Kaka vem? O rapaz do Goiás que foi especulado, já está acertado? O tal do Pinotti vai ser o diretor de futebol? Lugano fica? Lugano sai? E aí? Vamos manter Edimar, Bruno, Buffarini, Tavares, Marcinho, Gilberto e Denílson? Marcos Guilherme vai ficar até quando? Vai renovar? Vai vender o Rodrigo Caio? Vem goleiro?

São MUITAS indefinições no elenco que nos colocam uma interrogação GIGANTE na cabeça. Eu, Abrahão, nem sei o que imaginar ou quem indicar. Quais jogadores vamos trazer? Temos dinheiro? Não temos? É uma incógnita que não tem nem como traçar um parecer O time do São Paulo DEVE se salvar da série B desse ano, mas e em 2018? Vamos esperar o que desse elenco e desse time?

Já começaram a pipocar notícias de que o Cueva e o Pratto estão insatisfeitos e gostariam de, quem sabe, sair. Ficaremos com o Petros e….? Se esse ano AINDA É SOFRIDO, imagina ano que vem! Que alguma força superior nos ajude, não há de ser fácil.

Por enquanto é isso!

Dúvidas ou reclamações?

@Abroliveira ou [email protected]

Abrahão de Oliveira é jornalista, formado pela Universidade Metodista de São Paulo, dono da @spinfoco, são-paulino e tem o sonho de cobrir um mundial de clubes com o clube do coração. 

Comentários

comentários

4 COMENTÁRIOS

  1. Manter Dorival seria uma boa, deixar ele trabalhar na pré temporada, montar um time que se adeque ao que ele pensa.
    Dispensar é preciso, temos muitos jogadores fracos tecnicamente. Precisamos urgente de um bom jogador pelos lados, nenhum no elenco incomoda a defesa adversária. Manter Hernanes e Jucilei seria uma boa. Cueva por mim fica e o Pratto pode ir, bom jogador, porém acredito que mais uma temporada neste ritmo vai trazer uma perda financeira muito grande. Calleri de volta seria bom.
    Laterais urgente, direito e esquerdo.
    Na zaga temos a volta do Breno que se estiver em forma ajuda bem.

  2. Sejamos francos com esta diretoria não podemos esperar nada. No máximo é nos manter na primeira divisão, muito pouco para quem já foi três vezes campeão do mundo e exemplo de administração. Bons tempos que não voltarão com este pessoal

  3. A melhor opção para o nosso planejamento de 2018, seria a renuncia desta dupla de incompetentes
    Leco e Pinotti, pois caso contrario nossa agonia vai continuar em 2018.
    O resultado da gestão desta dupla demonstra: contratação de lixos, bichados, fiascos, vexames e corrupção e pelo desconhecimento e entendimento de futebol não vislumbramos nenhuma perspectivas.
    Fora Leco, Leco…..

  4. Pratto e Cueva estão insatisfeitos???

    Quem teria que estar insatisfeito com esses dois são os torcedores, o primeiro vei a peso de ouro e passou 12 jogos sem marcar um gol e o segundo oscila mais do que limpador de parabrisa.

    Pelo visto a faxina vai ter que ser ainda maior.