Além das 4 linhas – Sem Banco

2
565

Na segunda feira após a partida contra o Vasco li duas matérias sobre o SPFC que me fizeram pensar. Na primeira, o jornalista descrevia a partida. Chamou a minha atenção para as citações das três substituições que o treinador deles fez e foram descritas assim: “logo após a substituição o time cresceu de rendimento e passou a pressionar o SPFC”. Pensei na hora: Faz tempo que não leio isso sobre o SPFC!

Infelizmente o clube tem um bom time, mas não tem elenco. Há quanto tempo sabemos que o Cueva faz falta e não tem substituto? Falavam em Cueva dependência. Depois, todos ou quase todos viam no Lucas Fernandes a solução. Esta é a prova da dificuldade que é trabalhar com jovens talentos. Os muito bons ou diferentes, como diz Muricy, entram e já dão conta do recado. Mas logo aparece um clube de um país rico e os levam embora. Mas os bons pedem paciência que o futebol imediatista não oferece. Qual a solução? Ter no elenco opções de jogadores  mais rodados, e os moleques também, para os jogos chaves. Shaylon é também mais um exemplo disso. Às vezes leio nos comentários de muitos sites alguns torcedores pedirem para mandarem todos os meia bocas do elenco  embora e ficar só com os moleques de Cotia. Isso não funciona e sabemos faz muito tempo. Alguns jovens jogadores de talento foram queimados pela pressa em os escalar. Os exemplos são muitos.

Eu espero agora ver isso sendo corrigido pela diretoria e comissão técnica. Todo mundo sabe das carências do elenco, não há novidade. O que fez Dorival de diferente foi parar de escalar o Marcinho, o Buffa, o Thomaz, o Denílson e etc de titular principalmente. São caras que entram no segundo tempo para o time piorar e não melhorar. Os nomes de atletas citados pela imprensa como possíveis contratações são bons. O último nome para o ataque é o de Lucca, que está na Ponte Preta. É bom jogador. Tem o Carlos Eduardo do Goiás, o goleiro Jean, o lateral Zeca do Santos, entre outros.

Como para o Z4 não voltamos, a hora é de falar e planejar as próximas temporadas, principalmente 2018. Seria muito bom ver o clube em mais uma libertadores de América, mas isso ainda é uma pequena possibilidade. Os jogos que faltam são complicados, mas o time pode vencer todos eles. Se isso ocorrer a possibilidade de libertadores aumenta, mas precisamos saber se realmente será um G9 para irmos. Uma pena um ano tão mal planejado e executado.

Mas como escrevi na semana passada, Jucilei e Hernanes são contratações obrigatórias para o time titular, além do goleiro, do lateral direito e do lateral esquerdo. Digo isso esperando  uma diretoria que pensa grande. A torcida já mostrou que está com o SPFC. Com um grande time o SPFC vai lotar estádio a cada jogo, tenho certeza. Se o clube conseguir um plano de marketing para trazer o Kaká, ele leva mais público, principalmente se estiver bem. O próprio Kaká pode ser uma opção ao Cueva. Mas não sei como anda o ex melhor do mundo.

Estou torcendo por um bom 2018.

Salve o tricolor paulista, o clube  da Fé.

carlito150x150

Carlito é advogado, trabalha como representante comercial, frequenta o Morumbi desde 1977 e prefere o time que vence ao time que joga bonito. Escreve nesse espaço todas as quintas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários

2 COMENTÁRIOS