Memórias Tricolor #27 – O dono da Lateral Direita

0
446

Resultado de imagem para zé teodoro spfcDurante a década de 80, o São Paulo conquistou 6 importantes títulos, sendo 5 Estaduais (muito valorizados a época) e 1 Brasileiro. A partir de 1985 o Clube montou um verdadeiro esquadrão e a Lateral Direita tinha um dono…

José Teodoro Bonfim Queiroz, o genial lateral direito Tricolor Zé Teodoro nasceu em Anápolis em 22 de novembro de 1963. Iniciou sua carreira no Anápolis em 1981, mas logo foi para o Goiás um time com maior estrutura e visibilidade. Lateral habilidoso, rápido e de excelente visão de jogo, em 1985 foi contratado pelo São Paulo por pedido do técnico Cilinho que tinha como missão remontar uma equipe vencedora. Cilinho tinha como principal característica a paixão pelo passe certeiro e isso exigia jogadores diferenciados, assim Zé Teodoro chegou ao São Paulo.

Em 1985, a equipe base era formada por Gilmar, Zé Teodoro, Oscar, Dario Pereyra e Nelsinho, como volante gigante Falcão que muitas vezes era substituido por Márcio Araújo, Silas e Pita meias, ponta direita Müller e esquerda Sidnei e Careca como centroavante completava o ataque. Cilinho chegou muitas vezes a deixar o “Rei da Roma” Falcão no banco de reservas, pois o time era  um verdadeiro esquadrão, uma equipe muito rápida, veloz, de toques envolventes e que virou sensação do Campeonato Paulista de 1985 e logo recebeu o apelido de “Menudos do Morumbi” em alusão a famosa banda caribenha que conquistou o mundo.

Resultado de imagem para zé teodoro spfcZé Teodoro brilhou na lateral direita do São Paulo de 1985 a 1991, e conquistou 4 Campeonatos Paulistas, 1985, 1987, 1989 e 1991 e 2 títulos brasileiros em 1986 e 1991. Durante seu período foi titular absoluto, e sempre muito importante para as conquistas Tricolor. Ao todo Zé Teodoro jogou 262 partidas, sendo 116 vitórias, 98 empates e 48 derrotas, marcou 7 gols, porém os passes, jogadas iniciadas na lateral ou que por ele passaram e resultaram em gols são incontáveis.

Ao final do Campeonato Paulista de 1991 se transferiu para o Guarani, e logo foi para o Fluminense onde ficou de 92 a 93. Em 1993 foi para o Bragantino, em 1995 retornou ao Goiás onde disputou 17 jogos e em 1996 para o Criciúma onde encerrou a carreira de Jogador.

Pela Seleção Brasileira disputou apenas 2 jogos em 1987, porém não podemos deixar de destacar que em 1980 integrou as categorias de base da seleção canarinho sendo campeão Sul-americano de Juniores.

Um fato curioso ocorreu em um São Paulo e Santos no início dos anos 90, quando Zé Teodoro cometeu falta grave no jovem Serginho Manoel, e no banco santista estava Serginho Chulapa que ficou muito irritado. Chulapa então partiu para cima de Zé Teodoro, que conhecendo o histórico do ex-atacante Tricolor, não pensou duas vezes, disparou em velocidade para não apanhar.

Além de Cilinho, também foi dirigido por outros geniais treinadores como Pepe, Carlos Alberto Silva e o Mestre Telê Santana. Assim ao encerrar a carreira Zé Teodoro não teve dúvidas que deveria seguir como treinador e estrou no mesmo ano de 1996 na equipe do Jataiense da cidade de Jataí em Goiás.

Desde então dirigiu diversos times, pelo Brasil, sendo os principais feitos o Campeão Pernambucano em 2004 pelo Náutico, Cearense em 2006 com o Ceará, em 2010 novamente campeão Cearense, só que pelo Fortaleza e Bi-Campeão Pernambucano com o Santa Cruz em 2011 e 2012.

Em 2017 digirindo o Aparecidense de Goiás foi eleito o melhor treinador do Campeonado Goiano e conduziu a equipe ao 3º lugar no estadual. Na Série D do Brasileirão fez boa campanha na 1ª fase, mas caiu na 2ª fase diante do favorito América (RN). Como o clube ficou sem calendário para 2017, Zé Teodoro foi liberado.

Por sua categoria e dedicação ao São Paulo nas conquistas no período em que esteve no Clube, Zé Teodoro figura em nossa Galeria de Ídolos e na semana de seu aniversário esta coluna não podia deixar de render homenagens ao Dono da Lateral Direita de 1985 a 1991. Parabéns Zé Teodoro e Muito Obrigado por tudo que fez ao nosso Tricolor.

Gustavo Flemming, 40 anos de amor ao SPFC, é empresário no segmento de pesquisa de mercado e consultoria em marketing.

Contato: [email protected]

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

 

Comentários

comentários