Além das 4 linhas – O SPFC acabou!

2
1526

Eu não defendo e nem gostava do Pinotti na diretoria de futebol. Mas as histórias que estamos sabendo após a saída dele do comando do futebol são de um amadorismo sem tamanho. O diretor trabalhava numa linha e o presidente noutra linha. Enquanto o presidente estava vendo o Dorival trabalhar o diretor foi ao RJ tentar tirar o Jair Ventura do Botafogo. Absurdo!

Depois veio outra história, aquela que conta da “venda” do Pratto ao Cruzeiro pelo presidente sem o diretor de futebol saber. Um outro absurdo! Organização zero.  Bom, citando só os dois últimos capítulos da série de terror que acontece no Morumbi, como não fosse o suficiente o que estamos vendo nos últimos 10 anos, podemos ter uma certeza absoluta: O clube admirado chamado SPFC acabou!  Terá que ser reinventado.

Eu não poderia estar mais pessimista, pois reinventar um clube da grandeza do SPFC com as pessoas que lá estão é impossível. O Raí está sendo citado como possível novo diretor de futebol. Eu acho que será mais um ídolo queimado pelo nosso presidente. O Pinotti estava trabalhando junto à comissão técnica no planejamento de 2018. Antigamente o jogador queria estar no SPFC porque sabia da organização. E hoje em dia? Escolhia estar no SPFC porque o clube sempre disputava títulos! Queria estar no SPFC por estar na Libertadores…

O presidente Leco é o nome a ser culpado por tudo o que ocorre hoje no clube, mas não é o único, claro. Na realidade ele foi eleito democraticamente por todos no clube. Quem votou nele tem grande parte nisso tudo. Mas isso não resume toda a situação. Existe no clube uma situação que não está clara para quem é de fora, mas que nos faz pensar: Qual a razão de não termos pessoas do bem como candidatos a presidente do clube? Qual a razão de gente vencedora do passado não aparecer para ajudar? Qual a razão de não surgirem grupos de pessoas com um novo discurso? Vimos o Pimenta ser derrotado na eleição, mas este foi duramente criticado quando saiu da presidência do clube, ou seja, duas porcarias eram os candidatos na última eleição. O MAC apareceu para nos salvar no ano passado e sumiu.

A verdade meus amigos, é que o clube se apequenou! Hoje o SPFC é como todos os outros. Como é triste concluir isso e depois escrever, uma confissão dolorida. O SPFC faz parte de nossas vidas. O SPFC é uma paixão que me faz levantar toda manhã e procurar notícias sobre o dia do clube. Faço isso desde meus 14 anos de idade. Acordo e vou ler o jornal do dia.

Eu não escrevo tudo isso por conta da falta de conquistas, pois elas são a conseqüência direta do que escrevi acima, da falta de organização que é o clube hoje. Está claro: Dentro do SPFC os interesses pessoais estão acima dos interesses da instituição. É como a política brasileira.

Imagina você sendo o Pratto dando de cara com uma notícia dessas sem o seu conhecimento? O cara acabou de dizer que quer ficar no SPFC. Recusou conversar com o River e voltar para sua terra. Disse que no Brasil queria ficar no SPFC. Mas o presidente quer te vender Pratto!

Salve o tricolor paulista, o clube da Fé.

carlito150x150

Carlito é advogado, trabalha como representante comercial, frequenta o Morumbi desde 1977 e prefere o time que vence ao time que joga bonito. Escreve nesse espaço todas as quintas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários

2 COMENTÁRIOS

  1. O São Paulo Futebol Clube não acabou e nunca acabará!
    Por pior que seja a administração, o clube da fé, do talento, que teve figuras gigantescas como Porphirio da Paz, Paulo Machado de Carvalho, Antônio Leme Nunes Galvão e Marcelo Portugal Gouvea, jamais acabará!
    Já superamos momentos ruins e vamos superar novamente!
    Não será uma presidência desastrosa ou alguns corneteiros que decretarão o fim das nossas glórias que vêm do passado e continuarão no futuro!
    Salve o Tricolor Paulista!

  2. Carlito, lamentavelmente o São Paulo acabou depois que saiu o Marcelo Portugal Gouveia, depois veio
    o ditador Juvenal que aplicou o golpe do estatuto e passou o comando para o Aidar.
    Aidar este que aprontou e apanhou do Ataíde enfim este carcará energúmeno do Leco assumiu o
    mandato tampão que também foi uma merda.
    Pois bem em abril aconteceram as eleições, aquele tipo de eleição de sindicato que tudo já sabe o resultado, enfim o Leco é formalizado como presidente na base toma lá da cá.
    Ao longo do tempo denota-se a gestão Leco, um profundo monopolismo de comando e irresponsável, praticando um exagero de cagadas, por fim uma coleção de rosário de decepções, vexames, fiascos, etc.
    Contratações bizarras, vergonhosas, lixos, bichados e refugos.
    Por fim viva o Leco um exímio ditador.
    Fora Lixo Leco…..