Com ano de altos e baixos no São Paulo, Júnior Tavares tem incerteza para 2018

0
1069

GloboEsporte.com

Lateral se firma, é alvo de oferta e renova vínculo, mas termina como reserva.

Júnior Tavares teve uma temporada intensa, com altos e baixos no São Paulo. O lateral-esquerdo foi de dono da posição, com interesse do Ajax (Holanda) e renovação de contrato (até junho de 2021), para a reserva no fim da temporada. O ano de 2018 indica um ponto de interrogação.

A incerteza se dá pelo planejamento no futebol. Ao menos até antes da contratação de Raí como executivo do departamento, a ideia do São Paulo era ter na lateral esquerda Reinaldo (retornará de empréstimo da Chapecoense e tem acerto verbal para renovar por três anos) e Edimar (acertou vínculo definitivo por dois anos).

Dorival Júnior, inclusive, usou o lateral em uma segunda linha de meio de campo em algumas ocasiões no Brasileirão.

Júnior Tavares terminou ano como reserva do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Júnior Tavares terminou ano como reserva do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Nas últimas semanas, Júnior teve o nome envolvido em uma possível troca por Lucca, com o rival Corinthians. O negócio foi oferecido ao São Paulo pelo empresário Fernando Garcia, mas o clube posteriormente descartou tal hipótese.

Por meio de uma rede social, a mãe do atleta escreveu que preferia morrer ao ver o filho no time do Parque São Jorge. Depois, o próprio Júnior esclareceu a situação.

Nos bastidores, o Tricolor não descartava uma eventual negociação de Júnior para o exterior, caso houvesse interessados. A avaliação interna é de que o atleta de 21 anos é um grande jogador, quando está concentrado no trabalho, e tem muito potencial.

Comentários

comentários