Raí revela conversas com Dorival e diz estar otimista com treinador do SP

0
1477

UOL – José Eduardo Martins

  • José Eduardo Martins/UOL

    Leco e o diretor Raí, que já conversou com o técnico Dorival Júnior

Aos poucos, Raí busca informações para acelerar o processo de adaptação ao novo cargo no São Paulo. Apresentado como diretor executivo de futebol do clube na última sexta-feira (9), o ex-jogador entrou em contato com o treinador do time profissional, Dorival Júnior, que aproveita as férias com a família. O saldo das conversas foi positivo e o dirigente mostra confiança no técnico.

“Falei por telefone e por mensagem sobre alguns detalhes. Mas ele está em viagem e vamos esperar, ele deve voltar em breve e vamos conversar pessoalmente para poder desenvolver ideias mais concretas. Podemos adiantar alguns assuntos que são internos, mas nada muito profundo pela situação. Eu, como era integrante do Conselho de Administração, já tinha conversado bastante com ele. Já o conhecia, é da minha geração, então temos um diálogo muito aberto, franco, sempre gostei dos trabalhos que ele desenvolveu. E quando nos encontramos no São Paulo, a conversa sempre fluiu muito. Não tenho nenhum receio disso, estou muito otimista também por este aspecto”, disse Raí, antes de partida beneficente da Fundação Gol de Letra, neste sábado, no Morumbi.

Nas próximas semanas, o campeão mundial de 1992 deve tomar à frente nas negociações para montar o elenco de 2018. Até a última quarta-feira, as transações eram lideradas pelo então dirigente Vinícius Pinotti, que entrou o cargo por divergências com o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

“Estou acompanhando, as pessoas estão me informando, criando esse fluxo de informação para eu saber de todos os detalhes, e pouco a pouco, vou dando a minha opinião”, disse Raí.

Confira abaixo os principais trechos da conversa com Raí:

Interesse por Scarpa

Muito cedo. Cheguei agora. De todos os rumores que estão surgindo, é um grande jogador, é algo que já vinha sendo comentado há tempo. Não tem nenhuma novidade.

Nota da redação: São Paulo chegou a oferecer jogadores para trocar com o Fluminense, pelo meia Gustavo Scarpa, mas o time carioca não se interessou pela primeira proposta.

Negociação com o Cruzeiro por Lucas Pratto

Isso é fácil responder porque o presidente anunciou que o Lucas Pratto vai ficar, nunca teve a intenção [de vendê-lo]. É um cara muito querido aqui por todos, pela torcida. E o presidente oficialmente, então… Não dá para falar de jogadores porque estou pegando ponto a ponto, quero entrar de cabeça, saber detalhes de cada um, situação. À primeira vista quero tentar ajudar a criar um ambiente para que todo mundo cresça de produção, que o time sinta mais confiante e próximo da comissão técnica. E, pouco a pouco, ir participando de outras coisas que estou me inteirando.

Contratações

Tiveram trocas de ideias com o Dorival, que está viajando. Com a equipe interna tinham coisas que estão já rolando, estou acompanhando, me colocando a par, mas ainda é muito cedo para algo. A minha chegada vem com a bagagem de quem vai colocar o potencial de conhecimento, de experiência de futebol, de fora do futebol, e para isso precisa de um tempo de integração, conhecimento de tudo que está se passando para pouco a pouco ir colocando o meu estilo.

Possibilidade de Lugano na diretoria do clube

“Não vou citar nomes até porque, como eu falei, minha ideia e convicção são de conhecer a estrutura, conhecer onde eu posso ajudar. Obviamente, que tenho características e qualidades naturais que vão se impor pouco a pouco naturalmente e outras que vou ter que trabalhar comigo mesmo e talvez com outras pessoas que possam agregar ajuda junto comigo. Mas, primeiro de tudo, preciso fazer esse estudo do que existe e conhecer um pouco mais da função. Tem o elenco que vai chegar, a comissão técnica e, pouco a pouco, vamos ver onde cabe uma peça ou outra. Mas, sem dúvida nenhuma, vamos fazer uma avaliação e trazer pessoas que possam ajudar o São Paulo

Volta ao São Paulo

Nunca deixou de ser a minha casa, são 30 anos desde que cheguei no São Paulo Futebol Clube, que já é parceiro da Gol de Letra neste torneio que a gente organiza e ajuda a fidelizar parceiros. Muito feliz com essa parceria que sempre existiu e agora ocupando mais uma função oficial e vou estar mais envolvido diretamente a partir de agora.

Comentários

comentários