Veja como o São Paulo se prepara para reforçar elenco por um 2018 melhor

5
6759
GloboEsporte.com

Vacilos ao longo da temporada fizeram o Tricolor ter pior desempenho na era dos pontos corridos

Veja como o São Paulo se prepara para reforçar elenco por um 2018 melhor

Acabou a temporada para o São Paulo esquecer. Ou lembrar como exemplo do que não deve ser repetido.

O empate com o Bahia, domingo, no Morumbi, pela rodada final do Brasileiro, fez o Tricolor terminar a competição na 13ª colocação, a pior do clube na era dos pontos corridos.

A igualdade por 1 a 1, cedida ao time baiano aos 43 minutos do segundo tempo, é simbólica. Fez o torcedor lembrar de tantos outros vacilos ao longo deste ano, no qual a equipe acumulou fracassos e lutou a maior parte do Brasileirão contra o rebaixamento.

Os tropeços, porém, servirão como base para que comissão técnica e diretoria façam um melhor planejamento para a próxima temporada. Todos os setores precisam de ajustes. Nenhum escapa. Veja abaixo, então, como o São Paulo tem se preparado, setor por setor, para 2018.

Goleiro

Jean é o nome. O goleiro do Bahia enfrentou o São Paulo no último domingo e tem acerto verbal para 2018. O próprio presidente Marcelo Sant’Anna admitiu estar alinhado com o clube do Morumbi, mas disse que não vai fechar nenhuma questão antes da eleição do dia 9.

Além de uma compensação financeira, o São Paulo poderá ceder um jogador em troca. O Bahia quer Iago Maidana. Os baianos chegaram a pedir Reinaldo, mas o lateral emprestado para a Chapecoense retornará ao Morumbi com contrato renovado por três anos.

Jean enfrentou o São Paulo no Morumbi (Foto: Marcelo Prado)

Jean enfrentou o São Paulo no Morumbi (Foto: Marcelo Prado)

Laterais

O clube busca ao menos um lateral-direito para 2018. Victor Ferraz, do Santos, foi indicado por Dorival e interessa. O nome é aprovado pela direção e a conversa é conduzida pelos presidentes Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco (São Paulo), e Modesto Roma (Santos). A eleição no rival, no dia 9, e a definição do novo técnico do time da Baixada são empecilhos.

Além Ferraz, o São Paulo está de olho em outros nomes. São os casos de Cristovam, do Paraná, e Dudu, do Figueirense. O clube sondou a situação do jogador do clube catarinense, mas considerou a pedida financeira cara. Também houve consulta por Rafinha, do Bayern de Munique, que ficará livre em junho de 2018. Mas o custo é elevado. O rival Palmeiras também quer o jogador.

Victor Ferraz, do Santos, é alvo do São Paulo (Foto: Ivan Storti/Divulgação SFC)

Victor Ferraz, do Santos, é alvo do São Paulo (Foto: Ivan Storti/Divulgação SFC)

Zagueiro

A ideia é usar Éder Militão como zagueiro e, em caso de necessidade, tê-lo na lateral direita, quando Dorival precisar de uma linha de quatro mais organizada defensivamente.

Se Rodrigo Caio não sair, a ideia do São Paulo seria manter as cinco opções do elenco: Rodrigo Caio, Arboleda, Bruno Alves, Militão e Aderllan. Lugano se despediu no domingo.

Se Rodrigo Caio não sair, o São Paulo inicialmente não pensa em contratar zagueiros (Foto: Erico Leonan / site oficial do SPFC)

Se Rodrigo Caio não sair, o São Paulo inicialmente não pensa em contratar zagueiros (Foto: Erico Leonan / site oficial do SPFC)

Meio-campistas

Jucilei é o reforço mais importante a ser fechado neste momento pelo São Paulo. A negociação avançou nesta semana e há confiança de um desfecho positivo. O volante está emprestado pelo Shandong Luneng, da China, até o fim da temporada.

Além disso, o Tricolor pediu o retorno de Artur, volante emprestado ao Columbus Crew, dos Estados Unidos.

Mas o São Paulo também busca, sim, um meia criativo, com capacidade de finalização e chegada ao ataque. De preferência jovem. Há nomes sendo monitorados com essas características.

Hernanes, principal reforço da temporada, está emprestado até junho. Inicialmente, o clube imagina que a alternativa viável para mantê-lo seria acertar um novo empréstimo.

Jucilei é a prioridade do São Paulo no momento (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Jucilei é a prioridade do São Paulo no momento (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Atacantes

Gilberto, Denilson e Marcinho saíram. Há incerteza sobre o futuro de Wellington Nem, emprestado até o fim do ano pelo Shakhtar Donetsk. O São Paulo busca jogadores para reforçar o setor.

O clube quer dois perfis de atacantes: centroavante, se possível com mobilidade, e ponta (que atua pelos lados do campo). Há interesse em atletas com as duas características.

Um dos jogadores de beirada é Carlos Eduardo, do Goiás. A conversa esfriou nas últimas semanas, mas o São Paulo não desistiu completamente do atleta de 21 anos. Lucas Pratto e Brenner são as opções certas no elenco para 2018. Marcos Guilherme, por sua vez, está emprestado até dezembro de 2018.

Comentários

comentários

5 COMENTÁRIOS

  1. Não temos defesa, nossa DEFESA pode dar de graça ou jogar no lixo, e tem mais o MENDOZA joga 10 vezes mais que o CUEVAS, tem que mandar essa ferida embora. Com o time que temos podemos levantar as mãos pro céu e agradecer por não ter caído. DIRETORIA ULTRAPASSADA E INCOMPETENTE.

  2. neste final de semana houve uma festa de despedida na casa de Cueva, o filho dele ja se despediu dos colegas e esta de partida para a espanha. Amigo participou da festa e mandou fotos. Não falou para qual equipe, mas garantiu que no SP não ficará.