Dá para ter esperança no São Paulo.

8
1789

UOL

Juca Kfouri
Começo de temporada, expetativas exageradas, dívidas passadas, cobranças apressadas, eis aí o quadro vivido pelo São Paulo. Sob nova direção no futebol, Raí à frente, Diego Lugano ao lado, e Ricardo Rocha.
Que Dorival Júnior sabe o que faz é inegável, noves fora os entendidos das arquibancadas.
E que o São Paulo acabou por montar um elenco acima do razoável também. Sidão e Jean para o gol. Zagueiros como Anderson Martins, Rodrigo Caio, Arboleda.
Volantes como Jucilei, Petros, Hudson, Militão, hoje improvisado na lateral, porque as laterais são sim um problema, embora Reinaldo possa ser a solução pela esquerda. Meias do porte de Cueva, Nenê e Diego Souza, por mais que os dois últimos sejam lentos e não marquem, não são de jogar fora, além de Marcos Guilherme. Se Tréllez der certo, e é compreensível que se duvide, se o Tricolor não tem elenco para ganhar o Brasileiro, dá para sonhar pelo menos com um torneio de mata-mata. É um elenco à altura da tradição são-paulina? Não, não é, seria se Hernanes tivesse ficado.
Mas também está longe de ser desprezível. Não é inferior, por exemplo, ao do Corinthians, com a diferença de que o Alvinegro tem cara e método e conquistas recentes enquanto o Tricolor busca a sua, o seu e as dele.
Difícil pedir calma ao torcedor sedento por um título. Mas…, mas…muita calma nesta hora. Porque se pesar na mão é que as coisas não vão dar certo.

Comentários

comentários

8 COMENTÁRIOS

  1. Será que não estamos reclamando demais, leia o texto:

    Lá em casa nunca teve muita conversinha. Uma vez brigamos feio voltando do Canindé. A Lusa tinha empatado em zero a zero com a Ferroviária e isso não era bom. Tomado pela arrogância e rebeldia sem causa típica da pré-adolescência, devolvi o mau humor paterno com uma série de respostas malcriadas. Entre elas, lembro de ter perdido a linha com: “Também não quero a merda deste seu dinheiro”. Fomos à pizzaria à noite e eu fiquei sem comer. “Se você não quer o meu dinheiro e não tem grana para pagar a conta, você não come.” ” Felipe Miranda – Ceo Empiricus