LG em foco – Desplanejamento 2018

6

Bem amigos, estamos aqui em mais uma segunda-feira falando do nosso tricolor, e minha língua ainda não se encontra queimada. Infelizmente.

Falou-se muito do planejamento de 2018, e de cara me surpreendo com a notícia que o Dorival resolveu mudar o planejamento do time que vai a campo. Exemplo disso foi escalar o Cueva sem a mínima condição de jogo, assim como o Diego Souza.

Isso é planejamento?

Foram as vaias da já sofrida e impaciente torcida? Medo de perder o emprego? Constatação tardia que o elenco é fraco?

Seja qual for o motivo, já demonstra que esse planejamento é para inglês ver. Prova maior é a notícia que o Raí já terá trabalho para blindar o Dorival. Já existe desconfiança em sua capacidade? Se for, por que o mantiveram até agora?

Em relação ao chapelaço que tomamos das Pepas sem Mundial, mostra claramente que ainda não dá para acreditar nesse planejamento 2018. Deveríamos ter um plano B, C e D, pois era público e notório a concorrência pelo Scarpa, e o fato de estarmos fora da Libertadores e ainda bagunçados poderia ser fator determinante para o fracasso na negociação, e foi o que aconteceu. Só nos restou escutar as mesmas desculpas de outrora, que não vamos fazer loucuras, não temos pressa para contratar, se aparecer uma oportunidade vamos contratar.

Quem nunca escutou isso antes??

Temos atualmente elenco com jogadores jovens, imaturos e com qualidade discutível associados com jogadores experientes de qualidade bastante discutível. Nos prometeram reforços, mas até agora vieram dois reservas (Jean e Anderson Martins), e salvação da lavoura na visão da diretoria (Diego Souza). Muito pouco para a grandeza do São Paulo.

No último sábado conquistamos o nosso primeiro pontinho no campeonato paulista, e isso me lembrou a diferença de assistir as corridas com Ayrton Senna na F1 e depois passar a assistir as com o Rubinho Barrichello. Com o Sena era certeza de show, as vezes dava errado o que é normal, o segundo era certeza de derrota, as vezes as coisas davam errado e ele vencia. Hoje somos iguais ao Rubinho na F1, quando vencemos é na pura sorte.

A verdade é que somos semelhantes a arca de Noé, uma embarcação de grande porte mas sem o leme, sendo guiada pelo nosso Santo Protetor e mascote.

Gostaria que esse dilúvio passasse logo.

OBS: Nosso próximo reforço será o Lugano. Mais uma piada.

Devolvam ao Gigante o seu status de gigante.

Luis Gustavo, mais conhecido como LG, é são-paulino desde 1990 e frequentador da SPNet desde 2001

E-mail: [email protected]

 

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

Comentários

comentários

6 COMENTÁRIOS

  1. EleGê, nosso colunista master, achincalhe a putada do Fraldário de Cotia.
    Um bando de marrequinhos ordinários e cachaceiros.
    Antes dos jogos esses mariquinhas só querem saber de fazer a peta e tomar mamadeirinha.
    E já começa desde esse tal de Liziero, um verdadeiro cu de leite.

  2. Começamos 2018, pior que 2017, perdemos o melhor jogador do time é a diretoria assistiu tudo de braço cruzado. Inventaram pro torcedor um planejamento que não existe, e não existe por um simples motivo “não temos um time” muito menos um padrão de jogo.
    Demoramos pra contratar e agora vamos fazer a xepa como nos outros anos e inchar nosso elenco com dúvidas.
    Outro ano perdido

  3. Mito LG não se irrite!

    Segundo com o que tenho lido aqui no site, está tudo de acordo com o “planejamento”. Não há motivos pra se preocupar, afinal: Derrotas fazem parte da construção!
    O time apresenta um futebol moderno, de “poucos toques”. Temos laterais eficientes, meias criativos e o ataque então nem se fala, o tempo todo agride o adversário!
    Precisamos ter mais Paciência (e muita) com a gestão, pois nos últimos anos nos deram muitas alegrias.

    Por ora, é isto , e muito cuidado pra não queimar a sua língua, logo a máquina começará a engrenar.

    PS: enquanto esperamos o planejamento vingar, vamos ouvindo um hit do grande Lenine, a música se chama Paciência… “A gente espera do mundo e o mundo espera de nós…
    Um pouco mais de paciência” Será que temos esse tempo pra perder?