Além das 4 linhas – A altitude de La Paz

197

O SPFC fará um jogo chave contra o The Strongest na Bolívia na última rodada da Libertadores.

É muito comum as coisas não irem muito bem para os times visitantes quando se joga em altitudes elevadas como as de La Paz, com 3.600 metros acima do nível do mar. Os jogadores sentem dificuldade em respirar, pois na verdade o ar tem 36% menos oxigênio na altitude. O que é muita coisa. De acordo com estudo realizado pela Dra Thaís Russomano da PUC do Rio Grande do Sul, a pessoa sente cansaço precoce, dor de cabeça, tem perda de coordenação motora, enjôos e vômitos. Uma pessoa precisaria de aproximadamente 30 dias para se adequar perfeitamente a altitude, segundo este estudo, tempo este indisponível para o futebol.

Os goleiros também sofrem muito, pois além de sentirem os sintomas citados, a bola viaja bem mais rápida e a trajetória dela muda muito. Complica. Evidentemente que o futebol não deveria ser praticado nestas condições que prejudicam a maioria dos times que participam da Libertadores. Mas a força política e ameaça dos clubes e seleções ainda permite que este absurdo aconteça.

Segundo este mesmo estudo da Dra Thaís, 50% das pessoas apresentam os sintomas da altitude em La Paz. Muita gente. Uma pena que se pode trocar apenas 30% do time durante os jogos, mas o SPFC pode ter no time que vai a campo um percentual maior ou menor, isso vai depender de cada corpo humano.

Os resultados de São Paulo e Trujillanos ajudaram muito e vamos jogar pelo empate na última rodada, mas o jogo será duríssimo por tudo que escrevi e por ser uma final na altitude.

Mas me parece que o nosso time achou seu jogo e isso me enche de otimismo.

Saudações tricolores

Carlito Sampaio Góes

carlito150x150

Carlito é advogado, trabalha como representante comercial, frequenta o Morumbi desde 1977 e prefere o time que vence ao time que joga bonito. Escreve nesse espaço todas as quintas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

1 COMENTÁRIO

  1. Conheço o assunto e posso afirma que o correto seria que pelo menos os titulares ficassem 1 semana em La Paz.

    Como o SP tem que jogar o Paulista domingo, deveria jogar com os reservas. Os titulares teriam que ir hoje para La Paz para ocorrer a aclimatação em 1 semana.

    Aclimatação são as modificações que o corpo humano sofre para se acomodar as baixas pressões barométricas.

    Os principais efeitos da aclimatação são: Grande aumento da ventilação pulmonar; número aumentado de hemácias; aumento da capacidade de difusão dos pulmões; vascularidade aumentada dos tecidos periféricos e capacidade aumentada das células teciduais usarem oxigênio, apesar da baixa pressão de oxigênio.

    Agora o que está programado é que o SP fique em Santa Cruz a 400 metros de altitude e só viajar pra La Paz na quinta-feira a tarde.

    Pra mim isso está errado. Olhe os efeitos que isso pode ocorrer: sonolência, tédio, fadiga mental e muscular, algumas vezes dor de cabeça, ocasionalmente náusea e às vezes, euforia. Esses efeitos progridem para o estágio de abalos musculares.

    O time tem um sério risco de ficarem bobos em campo são sabendo nem onde estão.

    Pra mim isso é um programa de índio!