SPFC pronto para as decisões?

195

O São Paulo começa amanhã uma seqüência de decisões, vencer o Audax seria obrigação? Mas é claro que sim! Respeitar a boa equipe da cidade de Osasco que joga em casa, na cartilha do futebol é obrigação, mas isso não significa que mesmo fora do Morumbi, o SPFC não seja favorito.

Camisa dez tem melhor início de temporada no tricolor!
Camisa dez tem melhor início de temporada no tricolor!

Mas quarta-feira haverá uma outra decisão na altitude de La Paz e na minha opinião, está claro que o tricolor não possui um elenco equilibrado para apostar poupar todos ou grande parte do time titular.

Patón, encontrou os onze ideais e conta ainda com mais três jogadores (Lugano, Thiago Mendes e Lucas Fernandes) em seu elenco, que quando entram, podem render algo parecido com os titulares. Os demais geram uma queda de qualidade enorme, portanto, poupar os titulares na fase de decisiva dos campeonatos não é algo favorável para quem busca a paz com a torcida e títulos.

Já disse minha opinião sobre o elenco nas colunas anteriores, nada mudou, continuo achando que o SPFC precisa trazer um goleiro experiente para assumir a camisa que foi do maior ídolo dos últimos 25 anos, ou de toda a historia do clube.

Se o planejamento da carreira do Denis para substituir o Rogério não foi a correta, isso não vem mais ao caso, pois a torcida e o clube não podem pagar o preço por isso, essa camisa é pesada e não será qualquer um que conseguira jogar sem sentir tal pressão.

E os novos inscritos para a fase do “mata” no Paulistão, são crias da base, Mateus Reis fez falta no primeiro semestre como reserva do Mena, o jovem zagueiro Kal e o atacante Pedro Bortoluzzo, são opções e delas vejo o atacante com mais chance de ser um dos “reservas de banco”, pois a fase ruim do Kardec, não acaba!

Então para finalizar, só podemos esperar que os 14 jogadores do atual elenco aguentem a seqüência de jogos e que tenham a mesma atitude do jogo contra o River Plate no Morumbi.

Pitacos:

Ganso: Que fase! Jogando muito, tendo atitude de líder e ditou o ritmo do último jogo. Alías, pediu para o motorista diminuir o ritmo para que o canto da torcida mexesse com o elenco. Se Wesley e Kardec ganham R$400 mil por mês, Ganso deve recusar tal valor mesmo, R$550 mil é o ideal para ele, pois esse ano é sem duvida o melhor dele no clube.

 

Calleri: O primeiro gol é mais um exemplo da diferença entre ele e o seu reserva imediato. O cara se jogou na bola de um jeito que poucos fazem, ele acredita em todas, incansável e artilheiro, porém me assusta o fato de o próprio dizer que espera não enfrentar o time que torce, o Boca Jr. Lembrei-me na hora do Edmundo jogando pelo Cruzeiro, ele disse que nunca faria um gol no Vasco e quando os dois se enfrentaram, ele “perdeu” um pênalti.

Espero que esse encontro não aconteça, pois Calleri é profissional, honra a camisa do tricolor e está gostando do clube e da torcida, mas não quero correr o risco do coração atrapalhar a razão, ou dar o motivo da especulação.

Denis: Meu Deus!!! Como falha esse goleiro, o SPFC se não acordar , irá sofrer no campeonato nacional.

Rodrigo Caio: Entendam, ele jogou bem no último jogo,  salvou o lance em que o atual goleiro falhou e que poderia ter selado o empate. Mas acho pequeno para ser zagueiro e ele se  acha craque. Falhou três vezes no último jogo, recuou uma bola para o Denis sem olhar  e quase o atacante do River recuperou a mesma, além de ter falhado em outras duas cabeçadas na zaga. Para não ser injusto, revi o jogo para ter certeza do que digo, Lugano e Maicon na zaga, Caio disputando uma posição de volante, seria melhor na minha opinião.

Moeda de troca: Carlinhos, Kardec e Wesley são os jogadores que não devem permanecer para o segundo semestre, são moedas de troca.

João Schimidt: Jogando muito, mas infantil ao receber o primeiro cartão amarelo no jogo contra o River. O cartão não foi pela falta como disseram alguns comentaristas e sim por reclamação e o lance da expulsão foi correta, lance no meio campo, sem perigo e uma entrada forte, ele mostrou a imaturidade da idade e falta de experiência, só torço para que tenha aprendido, pois ele e Hudson estão voando em campo. O jovem se machucou e deve ficar duas semanas parado.

Torcida de sofá em sua casa: O Morumbi foi a sala dos mais de 50 mil torcedores que lá estiveram, a torcida esta de parabéns e se essa média se manter na Libertadores e o time jogar da mesma forma sempre, será imbatível e se fizer dois ou mais gols de vantagem em casa, ira longe na competição.

Uma abraço e boa semana para todos!

 

Carlos Alves, 38 anos, jornalista,pai do Gabriel e pagodeiro/sambista.
Carlos Alves, 38 anos, jornalista,pai do Gabriel e pagodeiro/sambista.