Observatório SPNet – Pequena grande vantagem

130

O São Paulo FC não fez um grande jogo, mas venceu o Atlético-MG no jogo de ida e obteve uma vantagem pequena, porém muito valiosa a essa altura da competição. Os confrontos daqui em diante serão muito equilibrados e qualquer tipo de vantagem pode ser determinante para a classificação.

O time esteve muito bem postado defensivamente, marcou o tempo todo com muita eficiência, mas quando tinha a posse de bola não conseguia criar jogadas de perigo.

O Atlético contou com a complacência da arbitragem e utilizou o anti jogo, além da forte marcação, para impedir que o São Paulo ameaçasse a meta de Victor. Marcos Rocha agrediu Kelvin e sequer levou cartão amarelo. Ganso teve atuação apagada, foi bem marcado, mas ajudou na marcação pelo meio e não se escondeu. Está vivendo seu melhor momento no clube.

Como disse Edgardo Bauza na coletiva, o São Paulo FC não garantiu nada, terá um jogo muito complicado no Independência, mas já é visto como um time muito difícil de ser batido. Mérito dos jogadores, mas também dele que vem pouco a pouco implantando sua filosofia de trabalho através de um comando firme e discreto, sem qualquer traço de personalismo. Admiro essa característica do Patón. A recuperação de Wesley e Michel Bastos veio em boa hora. São dois jogadores polivalentes, experientes e que serão muito úteis ao longo da temporada.

Acredito na classificação se a postura do time em Belo Horizonte for a mesma dos jogos fora de casa na fase de grupos contra River Plate e The Strongest. Porém, se o time optar por administrar uma vantagem tão pequena acho muito improvável que siga adiante.

Parabéns aos 61 mil são-paulinos que foram ao Morumbi prestigiar o time. Essa atmosfera faz toda da diferença. Novo recorde de público do futebol brasileiro em 2016. Linda festa.

Lamentável o acidente ocorrido no setor térreo. A responsabilidade não é só do clube, mas é importante que o inquérito policial que foi aberto apure e puna todos os responsáveis por esse triste acontecimento. Felizmente ninguém se feriu com gravidade, mas isso não diminui o descaso e o vexame. O clube tem obrigação de arcar com todos os custos para a recuperação plena de todos os feridos, além de assumir toda e qualquer responsabilidade que lhe for atribuída ao término das apurações.

DICA MUSICAL

Mike Patton – Mondo Cane – IL CIELO IN UNA STANZA

 

?

Sandro Acosta é jornalista e escreve nesse espaço todos os sábados.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.