A Palavra da Corte – Habemus Maicon!

215

Salve, salve, Nação Tricolor! E Habemus Maicon! Habemus zagueiro!

Untitled picture

Depois de uma negociação que se arrasta por meses, São Paulo e Porto chegaram a um acordo: R$ 22 milhões + 50% de Lucão + 50% de Ignácio (lateral esquerdo da base).

E a torcida Tricolor, logicamente, está feliz. Acho que estava em jogo muito mais do que o quanto o Tricolor deveria fazer loucura para que Maicon ficasse ou não. Mas sim a grande cumplicidade que se formou entre a torcida e Maicon.

Confesso que, quando ele chegou, pensei: lá vem mais um refugo. Ou no máximo, um outro Dória (que até que foi razoavelmente bem em seu pouco tempo no clube).

Mas Maicon veio, jogou, convenceu e conquistou. Como bem lembrou hoje o Alexandre Lozetti do GloboEsporte.com, “Maicon começou a primeira fase da Libertadores na arquibancada vendo o Tricolor perder pro The Strongest, e terminou no gol, na altitude, classificando o time”.

Coisas assim não tem preço pro torcedor. Um cara que entra e representa. Que não fica com risadinhas dentro de campo, mas joga sério. Que não gosta de perder. Mas torcida não quer perna de pau também, e o interessante é que Maicon se mostrou um zagueiro muito acima da média nesse quesito também!

Se foi caro? Não sei. O twitter @Bettosp_71 trouxe uma comparação interessante:

Corinthians pagou R$ 40 milhões no Pato
Santos pagou R$ 42 milhões no Damião
Palmeiras pagou R$ 21 milhões no Wesley

O que esses acima trouxeram de retorno para seus contratantes? E Maicon? Além do respeito e admiração da torcida, pode dar uma Libertadores. O tempo vai dizer.

Muito já se disse e será dito sobre esse tema. Por isso, hoje mais do que nunca, queria saber a sua opinião também. Escreva abaixo nos comentários!

 

É isso!

Salve o Tricolor Paulista, meu amor hoje e sempre!

artur130

Artur Couto é engenheiro,  sócio-torcedor e sócio do SPFC,  e é administrador da SPNet. Escreve nesse espaço todas as quartas-feiras.

Fale com o Artur no [email protected] ou Twitter @arturcouto

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

2 COMENTÁRIOS

  1. Não é certo que conquistaremos a Taça Libertadores, mas seria impossível conquistá-la sem o Maicon, por tudo o que ele já representa em tão pouco tempo de clube. A aquisição foi certeira, por todos os motivos expostos. Potencial para ações em marketing. E mais: vejo-o com a mesma competência e estilo de jogo que possuía o Lúcio, lá em 2002. Maicon tem apenas 27 anos e tem nível para tornar-se titular da zaga canarinho na próxima Copa, em 2018 – consequentemente, despertar interesse de algum grande clube da Europa.