Sextas Tricolores – A Indecisão Vai Matar O São Paulo

221

O jogo do último final de semana, contra o Grêmio, foi uma partida para esquecer. Não jogamos nada (com exceção do Dênis que foi muito bem) e fomos amassados pelo tricolor gaúcho. E não existem respostas plausíveis para esse resultado.

Tivemos tempo para treinar, ajustar o time e, até mesmo, improvisar quem quer que seja no ataque. Mas infelizmente nada disso aconteceu, como todos sabemos. A grande pergunta que fica é: isso tem influência DIRETA no possível convite feito ao Bauza para fazer parte da AFA?

Na opinião desse colunista, tem sim. Eu CONSIGO entender a ansiedade do Patón em saber se vai ser o escolhido ou não. Eu CONSIGO entender a declaração dele meses atrás dizendo que não aceitaria um convite da AFA e tudo mais. Claro que, naquele momento, não aceitaria. A seleção tinha técnico, ele vinha caminhando de boa com o SPFC, a Argentina não decepcionava em campo e, de uma hora para a outra, ele virou semifinalista (de novo) da Libertadores, passou a ser  estudado pela imprensa, enfim, se tornou uma estrela do São Paulo.

A federação, que não é boba, quis ver quem é esse argentino que faz sucesso no país do futebol e chamou o Bauza para conversar. Me digam vocês, se recebessem propostas ou fossem chamados para conversar em grandes empresas, não ficariam ansiosos? Não gostariam de aceitar o desafio?

Vejam bem. Eu ENTENDO essa situação, mas não posso concordar com ela. O São Paulo, clube que abriu as portas para o Patón, que o segurou quando da eliminação do Campeonato Paulista, o apoiou na queda da Libertadores e atendeu a maior parte de seus pedidos de reforços, está sendo lesado. A indecisão do treinador conspira contra todo o bom trabalho que foi feito até aqui.

bauza

Não quero chutá-lo do São Paulo e nem nada do gênero. Eu quero que ele se decida. Se for assumir a seleção, que seja feliz. Se for ficar no SPFC, que nos leve de novo à Libertadores. Trouxemos os atletas pedidos, fizemos o possível para atender sua necessidade. Agora é a hora de corresponder. Confio no Patón e espero que ele fique. Infelizmente a novela vai continuar e, até a decisão final, o prejudicado será o clube.

Centurión: o gringo quer ir para o Boca e o Boca quer o gringo. Qual a dificuldade da diretoria do SPFC em facilitar as coisas? Quer chamar o cara de volta em dezembro? Jura? Imagino, não tenho informação nenhuma, que a diretoria do SPFC quer se “blindar” caso nos classifiquemos para a Libertadores.

Imagina ser eliminado com um gol do Centurión? Um atleta nosso? Dá para entender o “medo”, afinal, potencial o cara tem. Ele não seria o melhor jogador do campeonato argentino, procurado pelo Real Madrid e geraria euforia no nosso vizinho à toa.

Não rendeu aqui, mas na Argentina vai comer a bola. O negócio tem que sair, vai ser o melhor para todo mundo. Se não querem perder o cara, fixem o valor da multa bem alto e já era.

Quanto a possibilidade dele nos enfrentar na Libertadores, de fato, é uma sinuca de bico. Se o cenário que descrevi acima acontecer, a torcida mata a diretoria. Se não acontecer, aí tudo certo. Mas vocês correriam o risco?

Novo Técnico: Se o Bauza sair, graças a Deus, duas opções estão descartadas: Dunga e Mano Menezes. Ainda falta descartar o Luxemburgo e o Abel Braga. Não podemos ter mais dinossauros no banco de reservas. E é  INACREDITÁVEL a torcida pedir algo parecido com isso.

Camisa Amarela: Ao contrário de muitos tricolores, achei a ideia válida. Homenagear um BICAMPEÃO olímpico sempre é válido. O cara ganhou dois ouros com o nosso brasão e, até hoje, o homenageamos no nosso escudo.

Uma camisa é pouco para o que ele representa ao clube. Vou confiar na Under Armour, afinal, fizeram produtos de primeira até agora. Que venha uma bela camisa!

Força, Tricolor!

Contato?

@Abroliveira ou [email protected]

Abrahão de Oliveira é jornalista, formado pela Universidade Metodista de São Paulo, dono da @spinfoco, são-paulino e tem o sonho de cobrir um mundial de clubes com o clube do coração. 

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaborado