Terças Tricolores – O Fantasma Incômodo

372

Nesse ano de 2016 corremos o risco, mais do que em 2013, de sermos rebaixados para a segunda divisão do campeonato brasileiro. Com uma tabela bastante complicada, incluindo ainda dois clássicos (Santos e Corinthians) e confrontos complicados, como o Sport fora de casa, a situação não é fácil.

Com m time que não produz, não ataca, não marca gols, mas se defende relativamente bem, não temos conseguido arrancar bons resultados dos nossos rivais mesmo quando atuamos de maneira superior. O jogo do Flamengo, por exemplo, foi um caso claro do que eu quero dizer.

Apesar de levar perigo poucas vezes ao gol adversário, nós conseguimos nos defender de maneira bastante efetiva. Nossos volantes atuaram de maneira bastante eficiente, anulando Arão e Diego, e nossa zaga conseguiu anular Damião e Guerrero, dois bons atacantes que vêm marcando gols.

A grande pergunta que fica é: será que o RG não treina NADA no nosso ataque? É tão difícil incentivar uma triangulação, fazer um treinamento pesado para melhorar os cruzamentos e melhorar a finalização dos atacantes? Será que é tão complicado chutar de longe?

Não conseguimos AGREDIR o adversário e, quando chegamos frente a frente com o Muralha, o Chávez perdeu o gol. Não quero crucificar o atacante, afinal, todos perdem gols, mesmo os mais fáceis, mas não dá para aceitar o time criar tão pouco.

Entendo que o tempo é escasso, que não virão mais reforços, mas não entendo o porquê do Jean Carlos não ter estreado ainda. Será que ele treina tão mal assim? Será que o tal do “Daniel Messi” não merece uma chance? Qual o problema dos nossos jogadores de frente? E o Robson, ex-Paraná? Vão dar uma chance para ele quando? Põe os caras para jogar, RG! Vamos ver se eles rendem contra o Sport. Jogo difícil, sem Cueva, sem Mena e sem Wesley! Põe os caras na arena. Vamos para cima!

O Fantasma

O título da minha coluna, obviamente, faz referência ao treinador Vanderlei Luxemburgo ou, como ele gostava de ser chamado anos atrás, Wanderley Luxemburgo. Com 64 anos e sem emprego desde que saiu da segunda divisão chinesa, o carioca praticamente se ofereceu para treinar o SPFC.

Parte da torcida do São Paulo, que adora ser adulada, ficou completamente eufórica com as declarações que ele deu dizendo, literalmente, que: “Eu acho que tenho que dirigir o São Paulo. Se não der jeito, tudo bem, mas um profissional da minha qualidade tem que passar pelo São Paulo”.

Entendo isso como uma maneira de tentar “cavar” uma vaga em um grande clube para tentar voltar a atuar no futebol brasileiro. Infelizmente, para todos os amantes do futebol, considero o Luxa um cara ultrapassado.

Vou fazer uma pequena recapitulação aqui. Desde o ano de 2006 ele passou por: Santos (2006/2007), Palmeiras (2008/2009), Santos (2009), Atlético Mineiro (2010), Flamengo (2010/ 2012), Grêmio (2012/2013), Fluminense (2013), Flamengo (2014/2015), Cruzeiro (2015) e o Tianji Songjian (2016).

E vamos as contas das multas rescisórias do técnico: Atlético Mineiro – R$ 6 milhões,  Palmeiras – R$1,5 milhão, Flamengo (2015) – R$ 400 mil e Grêmio – estimada em 10 milhões. Esse são alguns dos dados que consegui coletar sobre o treinador.

Como fica claro para todo mundo que entende o mínimo de futebol, trata-se de um caso de “colecionar” multas rescisórias. Já tem muito tempo que ele não faz um trabalho de razoável para bom. Vejam bem, disse de razoável para bom, nem cobrei um trabalho fantástico.

Parte da nossa torcida se apega ao passado multicampeão do técnico, mas precisam entender que CLARAMENTE o Luxemburgo acabou. Ele não tem mais nem a humildade de querer aprender (vide entrevista no Bem Amigos) e nem a vontade de ser mais campeão. Trazer esse cara é apostar em um passado longínquo. É apostar que o cara da década de 90 vai ressurgir VINTE anos depois. Acabou! A vida segue!

Precisamos de alguém diferente. Dizem, inclusive, que o Santos está querendo mandar o Dorival embora. Quer cara melhor? Atualizado, sabe trabalhar com a base, fez milagres com um Santos que era “fraco” e se tornou forte com os meninos. Enfim, um técnico que sabe trabalhar talentos. É de se pensar em trazer Roger, Levir (que está bem atualizado, diga-se), Dorival, Eduardo Baptista e por aí vai. Caras que trazem algo NOVO e não mais “pojetos”.

Quero, como todos, o melhor para o Tricolor. Trazer o Luxemburgo seria um retrocesso BIZARRO que culminaria na queda para a série B. Não que o RG seja o Guardiola, mas trazer o Luxa não é a solução.

É isso!

Contato?

@Abroliveira ou [email protected]

Abrahão de Oliveira é jornalista, formado pela Universidade Metodista de São Paulo, dono da @spinfoco, são-paulino e tem o sonho de cobrir um mundial de clubes com o clube do coração. 

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

4 COMENTÁRIOS

  1. A verdade é uma só. O SP está uma MERDA! Ou seja, quanto mais mexer, mais vai feder.
    Uma merda em todos os aspectos! Esse é o único motivo, porém forte, que faz com que figuras como RG e Michel Bastos ainda estejam no SP. Imaginem o SP com dor de barriga: vc não sabe se um peido pode aliviar ou piorar a situação. Se o time estivesse no meio da tabela duvido q esse mongol desse RG e esse parasita desse MB já não estariam na rua.
    Quanto ao Luxemburgo, não acredito que seja a solução mas gostaria de vê como se sairia em um paulista, com tempo pra fazer uma pré temporada, montando um time.

  2. Também acho que o WL esta ultrapassado, porém se tivesse vindo no lugar do RG estaríamos em melhor posição. Ele pelo menos se impõe, não atura jogador “tirando sarro” do torcedor, fazendo corpo mole.
    Para o ano que vem penso que o Dorival seria a melhor escolha, sabe trabalhar com a molecada e joga pra frente.
    Nossos últimos técnicos não eram retranqueiros e sim medrosos. Retranca é 3-6-1, time postado atrás que não fica com a bola e que sai no contra ataque, nunca tivemos isso. Nossos treinadores gostam de ter posse de bola, tocar pro lado e esperar o adversário vacilar, acontece que no futebol moderno isso pouco acontece e então sempre empatamos.

  3. E diretoria , mais uma sempre contra a melhora do time está muito estranho o que está acontecendo com o nosso tricolor,primeiro foi a onda de técnicos estrangeiro,depois essa contratação desse RG que estava afundando o Botafogo vê a posição do bota sem ele,contratacoes de jogadores como se fosse um catado, Cheio de contusões,diretoria rachada,sejam homens para assumir a queda do SPFC,so assim será feito uma grande limpeza a começar por vc senhor Leco , incompetente,sua birra em não contratar o luxa só faz diminuir o tamanho do nosso glorioso SPFC,e pelor amor quando terminar esse campeonato manda essa porcaria de técnico embora da uma chance ao Luxa,po o cara estar cheio de gás para colocar o tricolor no cenário de vitória e títulos, abre o olho Gargamel.