Terças Tricolores – O São Paulo não precisa de “craques”

Os últimos anos no futebol brasileiro vêm mostrando que o futebol brasileiro tem cada vez menos craques em suas equipes. Nos acostumamos a pagar verdadeiras fortunas a jogadores medianos e a endeusar atletas que não são nada demais.

O maior exemplo disso é o peruano Cueva. Fui ontem ao estádio e tive o desprazer de ver esse jogador com a nossa histórica camisa 10. E o jogo do atleta, analisando individualmente, foi patético.

Escondido entre os volantes e zagueiros do Paraná, pouco pegou na bola e tomou vaias justíssimas. O que ele “acertou” foi um cruzamento na área que o Bruno Alves desviou e marcou. Mas qualquer um ali, batendo a falta para dentro da área, conseguiria fazer o mesmo. Não foi uma jogada diferente pode, no máximo, ter sido uma jogada ensaiada.

O que me chocou, enquanto torcedor, foi ver um cara completamente desligado e descompromissado com o São Paulo. Se não tínhamos entrosamento, tínhamos raça e isso foi o suficiente para arrancar os três pontos na estreia do campeonato. Em uma competição longa como essa largar bem é fundamental e foi isso que fizemos.

Quanto ao título da minha coluna eu sou, infelizmente, obrigado a citar o rival da marginal.

Qual craque eles têm? Ninguém! Mas mesmo assim possuem um elenco aguerrido e que comprou a ideia do treinador. Brigam por todas as bolas e arrancam a vitória de seus adversários. E eu quero esse espírito no SPFC. Se for para ter chinelinhos, como Diego Souza e Cueva, que saiam. Não precisamos de “craques”.

Precisamos de jogadores que deem o sangue pela camisa e que façam o impossível para conseguir a vitória. Quando TODOS estiverem fechados por esse objetivo, o talento individual vai aparecer. E espero e torço muito para que o Aguirre consiga convencer todos os atletas a atuarem com raça e dedicação.

O choro do Brenner, que também não foi bem, mostra uma atitude diferente, de um cara que quer melhorar e sabe que a oportunidade foi perdida. Resta trabalhar mais e mostrar mais para a torcida. Quero um time de homens e não de “craques”.

O jogo valeu pelo resultado e para que tenhamos algumas certezas: 1) Cueva não pode mais jogar pelo SPFC; 2) Regis é bom jogador; 3) Militão será um monstro na zaga; 4) Bruno Alves não pode ser banco e, por tabela, 5) O Nenê é o nosso verdadeiro 10.

A volta do estádio

Um rápido relato de quem pegou o ônibus na porta do Habib’s. Como a torcida, quando quer, consegue ser patética, né? O jogo acabou, todo mundo indo embora de maneira civilizada e o que resolvem fazer quando chega um ônibus?

Forçar a porta de trás, danificar o veículo e, com isso, todos os passageiros foram obrigados a descer do transporte. Tive que andar mais de 2 km até o metrô Butantã graças a meia dúzia de torcedores que querem aparecer.

Fica o desabafo e o pedido para termos mais respeito pelo transporte público. Imagina quando inaugurar a estação de metrô perto do estádio. Vão vandalizar as portas de vidro? O trem? Pessoas que nada têm a ver com a situação vão ter que se atrasar na volta para casa por meia dúzia de “torcedores”?

Lamentável, patético e indigno da nossa torcida.

É isso!

Dúvidas ou reclamações?

@Abroliveira ou [email protected]

Abrahão de Oliveira é jornalista, formado pela Universidade Metodista de São Paulo, dono da @spinfoco e são-paulino desde que se conhece por gente.

Facebook Comments

6 COMENTÁRIOS

  1. Time ideal para este ano :

    SIDAO
    RÉGIS
    ABORLEDA
    BRUNO ALVES
    REINALDO
    HUDSON
    LIZIERO
    NENÊ
    VALDIVIA
    EVERTON
    GONZALO

    RESERVAS IMEDIATOS
    primeira opção: HELINHO
    segunda opção: TORO
    suplentes: Jean, Anderson Martins,Junior Tavares, M.Guilherme, Jucilei e Cueva

    Vende logo ou empresta!!! DIEGO SOUZA , TRELLES , RODRIGO CAIO , PETROS , SHAYLON , LUCAS FERNANDES , BRENNER, PAULO BOIA , EDMAR E CAIQUE !

    PRESIDENTE LECO E DIRETORIA SAFADA RENUNCIEM !

    SALVE O TRICOLOR PAULISTA DENTRE OS GRANDES ÉS O PRIMEIRO .

  2. Pior do que não ter bons jogadores no mercado, é pagar caro pelos medianos.
    É o caso do Éverton que não vale todo esse investimento e ainda vai chegar com status de craque.

    Já não basta os R$20 milhões que temos no banco (Jean e Diego Souza)?

  3. Uma triste realidade, mas não temos craques mesmo, somos uma série B ou C quando comparados aos grandes da Europa.

    Mas concordo em relação ao cara do Peru, e digo o mesmo com o Diegordo Souza e o zagueiro franzino.

    Mas temos que concordar que mesmo com toda a raça do mundo, não dá para ter o Trellez no time

  4. O choro do Brenner mostra a garra de um menino que quer vencer e do seu amor pelo Tricolor, não fazendo o gol ficou decepcionado por não conseguir ajudar o São Paulo, ao contrário de muitos atletas que jogam sem compromisso ganhando ou perdendo tanto faz, saem rindo de campo após uma derrota ou perda de um campeonato, tendo como grande exemplo o caso do Luiz Pipoca que vendo o tricolor quase caindo não assumiu a responsabilidade para salvar o time do rebaixamento, afirmando que jogaria a Serie B no ano seguinte.