Memórias Tricolor #50 – Escudo

307

Resultado de imagem para Simbolo spfc
E na Coluna Memórias Tricolor desta semana, vamos contar um pouco sobre o mais importante símbolo que um Clube pode ter o Escudo. É no símbolo máximo de nosso time e dos milhões de apaixonados pelo Tricolor, impondo respeito por onde passa.

Nosso tão amado Escudo, Nosso Brasão.

Quando o São Paulo da Floresta foi fundado em 25 de Janeiro de 1930, era necessário desenhar o escudo, algo que representasse o novo Clube e tudo que ele envolvia, algo que transmitisse e representasse a marca do São Paulo. Os dirigentes do clube então realizaram um concurso interno e o vencedor foi o estilista alemão Walter Ostrich e que era conhecido como Oliver. O desenho final teve colaboração de um dos fundadores do clube, o Dr. Firmiano de Morais Pinto Filho.

Seu formato à época era único e não se conhece registros de emblema parecido antes da fundação do novo Clube. Somente a partir daí que alguns clubes passaram a adotar o mesmo formato, e nos chama atenção que inclusive clubes mais antigos que o São Paulo, também adotaram o mesmo modelo.

Em decorrência das muitas dívidas contraídas, principalmente na compra da suntuosa sede à Rua Conselheiro Crispiniano o São Paulo da Floresta foi extinto, sendo o atual São Paulo Futebol Clube fundado em dezembro de 1935, porém manteve as cores e formato do Escudo anterior.

Nosso Escudo é assim definido pelo estatuto social do São Paulo Futebol Clube e não pode ser alterado:

O emblema é composto por um triângulo isósceles com o lado superior maior encimado por um retângulo, com altura equivalente a metade da lateral do triângulo, fundo preto e as letras SPFC, tipo mensageiro “courier”, em branco. No interior do triângulo acima descrito, uma faixa branca central com ¼ da lateral menor, ladeado por um triângulo escaleno vermelho e outro preto, nessa ordem”.

O Brasão original também contava com pontuação após cada letra, sendo S.P.F.C, e mais precisamente no ano de 1982, o coração de cinco pontas passou a ter somente o S P F C, mantido até os dias de hoje.

As cores são tradicionais e mantidas desde a fundação, sendo o Vermelho do Clube Atlético Paulistano e o Preto da Associação Atlética das Palmeiras, sendo o Branco a cor comum entre as duas equipes. As cores também representam o Estado de São Paulo e também são definidas no estatuto.

As estrelas são insígnias sobrepostas, na bandeira e nos uniformes, como condecorações previstas no Estatuto. As Estrelas Douradas como já contamos na Coluna #019, representam as conquistas de Adhemar Ferreira da Silva, sendo a primeira em 1952 nas Olimpíadas de Helsinque e a segunda em 1955 nos Jogos Panamericanos.

Durante alguns anos muitos torcedores confundiam os significados das Estrelas Douradas, pensavam tratar das conquistas do Bicampeonato Mundial de 1992 e 1993. Somente no ano de 2000 as Estrelas Vermelhas foram instituídas ao Escudo, inicialmente duas, e em janeiro de 2006 a 3ª referente a conquista do Mundial de 2005, feito que no Brasil somente o São Paulo Futebol Clube alcançou até hoje.

São Paulo Futebol Clube, um Clube sempre a frente de seu tempo, e é isso que nosso Escudo representa.

Gustavo Flemming, 40 anos de amor ao SPFC, é empresário no segmento de pesquisa de mercado e consultoria em marketing.

Contato: [email protected]

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

 

1 COMENTÁRIO