SPFC 4.0 – Sobre a Sul-Americana

774

Mais uma vez fomos eliminados nos pênaltis em um campeonato. Saga que vem acontecendo há seis jogos e novamente foi uma eliminação que mexeu com os brios dos torcedores são-paulinos. Porém, passados 2 dias e com a cabeça mais fria, temos que olhar para todos os cenários que essa queda nos traz.

Com certeza absoluta e sem medo de errar, esse era o título mais fácil de ser conseguido na temporada 2018 e, consequentemente, o caminho mais fácil para atingir o objetivo apresentado junto ao Conselho de Administração pela diretoria de futebol: classificação para Libertadores.

Não fomos eliminados nas cobranças de pênaltis e sim no péssimo jogo que fizemos no Morumbi ao não conseguir ultrapassar a grande retranca armada pelo time argentino. E ainda assim tomar um gol em um chute desviado no volante tricolor Liziero. O jogo no Morumbi foi tão ruim que classifico como a pior partida sob gestão do Diego Aguirre e o próprio assumiu que realmente foi uma péssima partida. Por isso o time lutou como nunca no jogo na Argentina, conseguindo fazer um gol com o Liziero após amassar o Cólon o jogo inteiro. Mesmo ao final do jogo, quando tínhamos chances de fazer mais um gol, o cansaço bateu na maioria dos jogadores pela alta intensidade do jogo. E cobranças de pênaltis são loterias com o padrão do jargão esportivo. Mesmo o Bruno Alves que perdeu o pênalti e o Jean que não conseguiu pegar nenhum pênalti cobrado pelo time adversário, não consigo ver culpados pela queda precoce na competição.

Agora os torcedores, que foram xingar e ofender o Jean e o Bruno Alves nas suas redes sociais, merecem e muito Paulão Desmaio e Buffarini na zaga tricolor e até mesmo o Sidão como goleiro do SPFC! Bruno Alves fez uma excelente partida que proporcionou a chance de passarmos nos pênaltis frente ao diversos contra-ataques argentinos e a segurança que o Jean apresenta no gol é infinitamente superior ao que o Sidão transmite!

Dado todo o cenário acima, a eliminação tem o lado positivo que nos dá a chance de termos períodos de treinos maiores para um time que está AINDA em formação com um técnico que não tem seis meses de cargo. Esse período será interessante para mantermos a intensidade apresentada nas partidas pelo Campeonato Brasileiro e termos o tempo necessário para a recuperação. Não vejo a conquista do campeonato brasileiro como obrigação, muito pelo contrário. Depois de dois anos brigando contra o rebaixamento, uma classificação para a Libertadores 2019 é uma meta muito importante de ser conquistada nessa mais uma reconstrução tricolor que a diretoria capitaneada pelo Raí está fazendo. A classificação para o torneio continental está no caminho certo e vamos conseguir. Quem sabe essa eliminação não faz com que o time fique mais ligado e conseguimos um título muito mais importante do que a Sul-americana que é o Campeonato Brasileiro.

O ano está sendo muito bom desde a chegada do Aguirre e essa sintonia entre time e torcedores deve continuar! Hoje o estádio estará lotado e seguiremos líderes no campeonato brasileiro, estando com as estatísticas de chegar campeão ao final do campeonato ao nosso lado! VAMOS SÃO PAULO!

SEMPRE: FORA LECO!!!!!

Um grande abraço e bom final de semana!

Vicente Bonna é analista de sistemas de formação e gerente de projetos de profissão. Viciado em tudo a que se refere ao São Paulo Futebol Clube e por isso gosta de falar sobre.

Contato: [email protected]
Twitter: @vicentebonna

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.