AeroLeco, Jardine e o jogo da volta

1367

Olá amigos são-paulinos, hoje não tenho muito que dizer, poderia ter copiado e colado a minha ultima coluna, pois o sentimento é o mesmo.

Aos que me chamaram de corneta na semana passada, espero que tenham gostado da apresentação do time e do treinador do SPFC. Eu penso que ser corneta é quando o time é campeão e você reclama que venceu a maioria dos jogos por um a zero, ou algo do tipo.

Analisar que vários jogadores que estão hoje no São Paulo não ligam se irão vencer, ou perder os jogos, que o treinador não tem coragem de tirar certos medalhões e que o mesmo não sabe usar outros esquemas de jogo, não é ser corneteiro, é ser sincero e realista.

Que atuação hein…SQN!

Nene ao sair de campo já mostrou que o treinador não tem o respeito dos atletas, aliás, bem feito ao Jardine, pois quando assumiu o time, chamou o camisa dez de referência técnica e disse que esse elenco renderia mais com ele.

Nene não gostou de ser substituído na Argentina, será que jogaram PES depois?

A coletiva do treinador foi vergonhosa, dizer que precisa de mais tempo para implantar as suas ideais, mostra o quanto ele não está pronto, pois o Sampaoli que chegou depois dele no time do Santos, já consegui.

O Raí mais uma vez esta errando, manter o Jardine diminui drasticamente as chances do time virar o placar no jogo de volta. É possível virar? Claro que é! Afinal isso é futebol, mas pelas atuações do time desde que o Jardine assumiu, eu não acredito (mas irei torcer).

Se vencer e classificar na quarta, uma eventual derrota no clássico de domingo, não causaria a demissão do treinador, mas se perder na quarta, o Jardine cai após esse jogo, ou em Itaquera? Ou alguém acha que o Raí iria ter força para manter o treinador?

E o que falar do Leco? Que será lembrado como um presidente que não venceu nenhum título, que queimou ídolos e que criou o AeroLeco para usar o dinheiro que os trouxas dos ST gastam por mês. Sim, ser sócio torcedor do São Paulo hoje é ser trouxa, pois pagam viagens que o presidente usa para comprar os conselheiros do clube (95% deles). A oposição se vende por viagem para a Argentina, isso porque já são ricos, mas ao invés de usarem o próprio dinheiro, preferem estuprar a instituição que se julgam donos. Já disse várias vezes, o sócio torcedor deveria ter no mínimo o direito ao voto para presidente, mas isso não é benéfico para esses filhos da pu…

Se for conselheiro, você está convidado para passear no AeroLeco!

Sou muito a favor da manifestação sem violência. A torcida não precisa ir ao CT bater em jogador, basta não ir aos jogos e deixar de ser ST, deixando claro que chega dessa política atrasada e ladra que existe no SPFC.

Conselheiros que foram acusados junto com o Aidar, continuam no clube, um ou alguns até foram no AeroLeco, ridículo! O caso Aidar por sinal, foi enterrado pelo Leco e pelos conselheiros, uma vergonha!

 A coluna de hoje será curta, é escrita com tristeza por tudo que o torcedor que ama o São Paulo é obrigado a passar, o meu filho de sete anos, nunca viu o SPFC ser campeão no profissional, não sabe o que é comemorar um título. Já se acostumou com as frases, “isso faz parte do esporte”, “Só um pode ser campeão” e “o próximo campeonato vai ser nosso filho”.

E ainda sou chamado por alguns de corneta, ou seja, esse momento para eles é normal? Eles já se acostumaram em ver o SPFC no meio da tabela, sendo eliminados por times pequenos, não sendo campeão? O São Paulo hoje não pode se dar ao luxo de apostar, tem que investir no que há de melhor para diminuir a margem de erro. Isso não quer dizer que será campeão, mas com certeza evitará vexames como o do ultimo jogo, ou melhor, com dos últimos anos.

Tive que ouvir de um corintiano a frase: “Eu nunca fiquei dez anos sem ver o Corinthians ser campeão”. O pior que é verdade e isso me revolta, pois eu que brincava com os meus amigos rivais em todos os aspectos, pois o SPFC tinha tudo que os outros não tinham e hoje esta atrás em quase tudo.

Desejo um bom final de semana para todos, hoje estamos de luto pela tragédia ocorrida no Ninho do Urubu, então encerro a coluna e até a próxima sexta!

Carlos Alves, 41 anos, jornalista (com MTB), pai do Gabriel, dono site Descontos FC e pagodeiro/sambista.

3 COMENTÁRIOS

  1. Sem contar que todo nosso setor direito não existe, existe um abismo entre a defesa e o ataque. Só a Jardine não enxerga que temos jogadores que não servem ném para gandula, quiça para ser titular. Tenho lido todas suas colunas e não vi ninguém te chamar de corneteiro.

  2. Tenho a infeliz absoluta certeza que não passaremos pelo Talleres. Não acharei ruim, verdadeiramente, será melhor o SP sair agora. Ou passaremos mais vergonha diante de nossos rivais. Muitos estão acreditando no Hernanes. Ele nunca foi um jogador excepcional, nem mágico. Um excelente jogador para sua posição, mas incapaz de defender, criar e atacar sozinho. O time não tem um meio campo criativo, que consiga deixar o Pablo de frente para o gol, que tenha estrutura pra ajudar Everton ou Helinho. Nenê não está preocupado com vitória ou derrota, Diego Souza morto… O goleiro é comum, por sorte está emprestado, não temos defensores para resolver, tudo passa. Jogamos oito vezes esse ano e perdemos cinco. O Jardine não pode treinar o time principal.