Terças Tricolores – A culpa é do Morumbi?

1363

Eu nem queria escrever sobre esse tema, mas cada vez mais as pessoas estão falando do assunto e, em alguns casos, é melhor matar o problema quando ele nasce do que esperar que ele se desenvolva.

Vamos lá. Várias páginas de torcedores e, até mesmo, comentários de torcedores aqui na SPNet fazem alusão ao ”””””problema”””” que o Morumbi seria e que o ideal seria uma nova e moderna arena, ao estilo de Palmeiras e Corinthians.

Não gosto dessa ideia por vários motivos. Elencarei alguns aqui e, claro, quem quiser conversar civilizadamente, os comentários e meu email estão disponíveis. Vamos lá:

  1. Falar isso do Morumbi é não conhecer a nossa própria história. Ficamos anos, quase uma década, dedicando nossos esforços e dinheiro para a construção de um estádio que, até a Copa de 2014, era motivo de orgulho para todos nós. A alcunha de “maior estádio particular do Brasil” e, porque não, um dos maiores do mundo, nos enchia de otimismo, orgulho e reconhecimento aos feitos dos são-paulinos do passado. Cícero Pompeu de Toledo, Roberto Gomes Pedrosa, Paulo Machado de Carvalho e vários outros devem se revirar no túmulo ao ouvir as pessoas falando em “Arena”;
  • O Morumbi é TOMBADO, gente. A Morgana, colunista que contribuiu aqui na SPNet, fez um texto EXPLICATIVO sobre a razão de não podermos mexer na questão arquitetônica do estádio. Para quem não sabe o que significa, acessa a coluna dela aqui e, depois, procure sobre Vilanova Artigas e suas obras;
  • Aqui é mais a minha opinião do que qualquer fator histórico ou que tenha relação com leis. Mas eu acho que quem pede Arena está alucinado. Primeiro: faríamos o que com o Morumbi?

Segundo: quanto tempo e dinheiro isso custaria? Estão dispostos a vender TODAS AS REVELAÇÕES e dedicar mais vários anos a isso?

Terceiro: quando a torcida começar a falar MENOS e comparecer MAIS, podemos discutir algo do tipo. A desculpa não era o Metrô? Pois ele está lá, bonitinho, funcionando e à disposição de todos os tricolores. Por qual razão, cada vez menos, vejo adesão aos jogos do SPFC?

Por mais que eu odeie os gambás, é inegável o apoio que eles recebem das arquibancadas e tem gente que sai da zona sul e vai para ITAQUERA assistir aos jogos.  Não é possível que a desculpa ainda seja a mobilidade.

Outros temas: bom dito isso, vamos aos outros temas que eu observei nas últimas semanas e gostaria muito de discutir com vocês. O primeiro deles é: PAREM de queimar os moleques da base. Basta uma fase ruim e foram SÓ duas derrotas para começarem a queimar: Walce, Luan, Antony, etc. É óbvio que eles vão oscilar, estão em transição da base para o profissional.

É quase pegar o Abrahão de 2009 e colocar de âncora no Jornal Nacional, no lugar do Bonner. Por mais que eu começasse bem, com certeza eu iria oscilar. É tudo diferente: físico, psicológico, desgaste, exigência, etc. O que não pode é botar TODA a culpa nos caras. Que cobremos dos experientes: Alves, Arboleda, Reinaldo, Hudson, Hernanes, Pato, etc.

O segundo tema é a questão do trabalho físico. Caramba…estamos em maio e sofrendo horrores com as lesões. O que acontece nesse departamento? O Carlinhos não iria resolver? Qual o B.o.? Falta investimento ou estamos defasados? A torcida MERECE uma resposta para essa questão.

Por fim, o Cuca merece e precisa de tempo. Primeiro por ser um treinador de ponta. É impossível ser campeão da Libertadores e do Campeonato Brasileiro sem saber comandar um elenco forte, cheio de egos e jogando um bom futebol.

Segundo por ele, desde que chegou, não ter à disposição o elenco completo. O nosso “9” titular, por exemplo, está lesionado faz tempo e só volta pós-Copa América. Para o sistema que ele imagina o centroavante, com certeza, é fundamental para o bom andamento e desenvolvimento do jogo.

Claro que, apesar disso tudo, o rendimento está aquém do esperado. Se o Nenê está no elenco, precisa ser melhor aproveitado. Contra o Bahia deu um gol para o Pato que perdeu quase sozinho. É inaceitável o time querer jogar pelas pontas, pelo que dá para entender da escalação, e ficar afunilando o jogo toda hora. Alçar a bola na área sem ninguém alto também não me parece muito inteligente.

Esse tipo de cobrança sim pode ser feita, agora já pedir a cabeça do cara não. Minha esperança é a de que, quando voltarmos da Copa América, possamos entrar de vez na briga por uma VAGA NA LIBERTADORES. Esse é o objetivo. Campeão eu acho muito difícil pelos pontos que perdemos agora.

Por fim eu acho, opinião minha, que a diretoria não tem tanta culpa. Trouxeram todo mundo que foi pedido, falaram que vão manter os moleques, os salários estão em dia….o que mais falta?

E aí?

Concordam ou acham que eu viajei?

Comentários ou sugestões?

@Abroliveira ou [email protected]

Abrahão de Oliveira é jornalista, formado pela Universidade Metodista de São Paulo, dono da @spinfoco e São-Paulino desde que se conhece por gente. 

2 COMENTÁRIOS

  1. Essa merda de site está dando problema pra fazer login, só funfa pelo canto esquerdo, não pelo botão dos comentários. Fora isso, o Morumbi ficaria pronto pra deixar de ser neutro quando esquecermos que é tombado e não deixam baixar as arquibancadas e usarmos a pista de atletismo como GERALZONA, estilo Maracanã antigo… Mto mais barato e vai resolver o problema da distância. Vou repetir isso até algum diretor cretino levar essa ideia a sério. Depois pensem em cobertura e em telao CHUMBREGA que ainda por cima tem as manha de dizerem que é menor do que o dos gambas.