Além das 4 Linhas – Gostei!

1258

A contratação do Pablo agradou-me bastante. Trata-se de goleador típico, que também faz outras funções como a imprensa vem mostrando. Faz gol de todo jeito, principalmente de cabeça, o que pede o futebol moderno, este que a FIFA criou ao diminuir drasticamente as dimensões do campo(o Morumbi perdeu 5 metros no comprimento e 7 na largura).

Com Pablo no time titular, Diego Souza pode revezar com o Nene na armação. Mas como Trellez sairá, o clube deve ir atrás de mais um meia também. Em minha opinião ainda faltam peças, principalmente agora o atacante de lado. Infelizmente Victor Ferraz não virá. Seria boa
contratação. Mas ainda há especulações em torno de bons nomes.

Quando o Santos anunciou Sampaoli como treinador, o clube demonstrou que tem bons planos e liberar o Victor seria dizer que abre mão de coisas boas para o ano.

Em minha humilde opinião falta ao time do SPFC “aquele” cara para ser o dono do time. O craque que todo bom time tem. Para mim esse cara é o Hernanes. Escalem todos os 12 times que ganharam os 12 títulos mais importantes da nossa história e verão que nunca teve time ruim ganhando título bom. Nunca! Também não sei dizer até onde vai o clube com grandes contratações neste momento. O Flamengo é forte e o Palmeiras também. Estes dois clubes iniciam 2019 com foco na libertadores. O Cruzeiro é forte também, assim como o grêmio, que
apesar de perder algumas peças do time titular, deve ser competitivo.

Com isso já temos 6 grandes clubes brasileiros para 2019. Santos, Internacional e Corinthians devem estar bem.

Aliás, se tudo começar bem em 2019 para o tricolor paulista, o Internacional será o primeiro grande adversário do ano. Num grupo com River Plate vai sobrar a segunda vaga para SPFC ou Inter. Não se iludam com a eliminação dos hermanos do mundial, em 2005 o SPFC quase parou nesta fase, quase.

Aguirre declarou estes dias que o plano do clube era a vaga para a libertadores. Este era o planejamento para o elenco contratado. Alí agora temos bons profissionais e Raí sabe muito bem o que é necessário para se ganhar coisas boas. Agora o plano é um pouco maior. O elenco será mantido e ampliado. Ainda não sei com certeza se a meta é vencer em 2019 ou ir crescendo num espaço de tempo definido por eles em função da capacidade financeira, cujo o ápice pode ser 2020 por exemplo. Nunca pensem que futebol é coisa simples. Mesmo com muito dinheiro apenas um clube vence e o futebol reserva sempre boas ou más surpresas. O Palmeiras está pronto, tem bom elenco, bom treinador e dinheiro para qualificar ainda mais o time para 2019. Nós estamos no início, eles no ápice. Venceram o BR em 2016 e 2018.

Mas o fato é que num momento é preciso dar início à montagem de bom elenco e time e isso foi feito em 2018. No BR18 o assunto foi G4 e não Z4. A falta de elenco nos tirou no mínimo o G4. O título é outra conversa. Teria sido necessário aquele futebol da virada de turno para
conquistar, mas com elenco reduzido isso é impossível e dentro do clube todos sabiam disso. Só a sorte nos daria coisa melhor. Muita sorte, aliás.

Uma das vantagens de se ter 55 anos de idade e ser São Paulino é já ter visto tudo que um time pode vencer e saber segurar a ansiedade, além de dar o devido valor ao futebol, aquela coisa super importante dentro das coisas sem a menor importância na nossa vida. Vi meu
clube ganhar o que nenhum clube brasileiro jamais ganhou, mas isso nada mudou minha vida.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes é advogado, trabalha como representante comercial, frequenta o Morumbi desde 1977 e prefere o time que vence ao time que joga bonito. Escreve nesse espaço todas as quintas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.