Além das 4 linhas – Reviravolta

997

Da minha coluna na quinta feira passada para cá o time do SPFC mudou radicalmente, coisa que era impossível de se prever. A contusão do Nene foi importante para a entrada do Igor, além disso, as voltas de Luan e LIziero foram determinantes e acertaram o meio de campo, Hudson na lateral ajudou demais e até o Everton Felipe na esquerda foi bem, principalmente no primeiro jogo das quartas de finais. O Everton ainda se recupera e havia uma preocupação com aquele setor do time.

Resultado de imagem para sao paulo vence ituano


Passada a fase que nos serviu para aumentar a confiança, coisa fundamental como todo mundo diz, agora temos um novo campeonato. Só clubes grandes. Só camisa pesada e bons treinadores. Primeiro medimos o crescimento, já que na primeira fase o próprio Ituano ficou na frente do SPFC. O time cresceu e passou. Agora vamos medir a capacidade de ser campeão. O passo é enorme.

O próximo jogo infelizmente é logo agora no fim de semana. Seria bom ter uns dias a mais de descanso e preparação pensando nos reservas e não no time titular. Everton e Hernanes seriam importantes, mesmo no banco, já que não há opção a Liziero e Igor por exemplo. Este é o ponto principal: Mais uma vez achou-se um time, como no BR18, mas falta banco. Agora falaremos e devemos cobrar as contratações que obrigatoriamente devem ser realizadas e da proibição de venda de jogadores importantes. A contratação do Pato foi importante porque ele é bom jogador e goleador, coisa inexistente no elenco. O clube também não tinha opção a Pablo. O Carneiro é uma terceira opção, não pode ser reserva muito menos titular como chegou a ser no lugar do Everton. É aquele cara do banco que entra no segundo  tempo de vez em quando. Nunca entra em campo no início, pois sempre deveria haver opção melhor. Mas pode crescer, por isso está no SPFC.

Mas ainda faltam peças, várias peças, e tenho certeza que Cuca está cuidando disso. Volto a lembrar o que aconteceu no primeiro jogo contra o Ituano: Saíram Liziero e Igor e o time caiu muito de produção. Isso não pode. Por isso Cuca pede o Tchê Tchê, polivalente que joga em quase todas do meio e até na lateral. Com 26 anos é ainda jovem. Mais um atacante de lado é também importante, já que qualquer contusão deixa o elenco sem opção, como ocorre agora com a contusão de Rojas, que volta, mas outro pode ter uma pequena  contusão ou suspensão. Não adianta, quer disputar títulos tem que ter elenco qualificado e numeroso, e o futebol hoje em dia é caro. Mas se o time estiver bem, a torcida comparece, lota o Morumbi e o clube ganha dinheiro. E agora tem metrô até o estádio para ajudar.

Como o time fez por merecer passar de fase, vamos agora para um duríssimo confronto contra o atual campeão brasileiro. Para amenizar um pouco a nossa situação, já que no momento eles estão mais fortes, nosso próximo adversário terá jogos da Libertadores logo após as duas partidas da semi final do paulista. Isso ajuda. Felipão deverá poupar alguns, coisa que ajuda um pouco, não muito, já que o Crefisa FC tem opções no banco.  Vai ser pedreira meus amigos.

Para terminar este texto com uma polêmica, vou levantar uma bola: O time tricolor cresceu na hora em que os moleques entraram em campo. Mas o Jardine não sabe o potencial dos moleques? Por que não escalou um time assim antes? Ele deve estar se perguntando isso e a nossa diretoria também. Eu não sabia exatamente o que os moleques podiam fazer, mas ele sabia, ou deveria saber.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes é advogado, trabalha como representante comercial, frequenta o Morumbi desde 1977 e prefere o time que vence ao time que joga bonito. Escreve nesse espaço todas as quintas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

1 COMENTÁRIO