Além das 4 linhas – Otimismo moderado

618

O final do filme paulista não foi o esperado, mas a evolução do SPFC de 2017 até aqui é boa e mostra um caminho com perspectiva interessante para o Brasileiro 2019. O que o SPFC tem para o Brasileiro não teve para o paulista e libertadores, que são opções dentro do elenco para o treinador. Na final do paulista não havia um camisa 9 como opção a Pablo, agora tem. Também não havia um atacante de lado para o lugar do Everton, agora tem e com a vantagem de saber fazer gols. Aliás, gols que o time do paulista não soube fazer. Foram 6 jogos eliminatórios e 4 gols marcados, sendo 3 num time pequeno e apenas 1 em 4 jogos contra times grandes, uma média desanimadora.

Mas no Brasileiro teremos boas opções para o meio de campo e ataque. Aliás, BR19 que promete, já que os 4 de São Paulo estão bem, o Cruzeiro está bem, o Flamengo bem e o Grêmio é sempre forte, além do Internacional, ou seja, vai ser dureza. Torço para o clube não vender nenhum jogador importante até o fim de 2020, o ano da colheita em minha  opinião. Vejo o clube brigando pela taça do BR19, com chances enormes de vaga para a libertadores de 2020, quando alguns jogadores estarão amadurecidos em relação a hoje e outros jovens do elenco poderão estar já no time de cima com desenvoltura, como Brenner, Helinho e Toró por exemplo.

Estes poderão ser o que Antony é hoje. E com certeza Cuca estará de olho nas carências do elenco e nas peças que podem sair, caso de Bruno Perez e Nene. Como já escrevi algumas vezes, faltava ao SPFC o que Cuca sabe fazer, montar um bom elenco. Nos últimos anos tivemos um festival de más contratações, com muito dinheiro jogado no lixo. A gestão é o grande problema do clube há anos. As grandes e melhores novidades que são previstas pelo novo estatuto ainda aguardam dentro das gavetas para serem implantadas por culpa da atual gestão, que imagino, não quer perder o poder para o conselho de administração.

Igor Gomes, Antony, Liziero e Luan


Um assunto que ronda o clube nesta semana é o grande número de jogadores com problemas físicos no elenco. Liziero e Luan são os mais emblemáticos e o argumento da comissão é que os dois jovens talentos não fizeram boa pré temporada por conta da seleção brasileira. Bom, que agora se recuperem e façam uma boa preparação, principalmente porque teremos uma boa e oportuna paralisação para a porcaria da copa América de seleções.  Como o SPFC está em início de trabalho de um novo treinador, imagino que a pausa será benéfica para isso e para a recuperação de alguns como Rojas e Pablo. Aliás, Rojas tem feito muita falta. Gosto muito do futebol de velocidade dele. O meu otimismo moderado é por acreditar que podemos dizer que agora o clube tem um elenco que, mesmo não sendo tão numeroso, mudou o que acontecia em tempos recentes.

O que preocupa é a saída de jogadores. Parece que Arboleda pode mesmo sair. O cara faz falta ao time e elenco. Eu sonho com a manutenção de todos os jogadores importantes até o final de 2020 para termos um ano bom de verdade. Eu ainda acredito em mais alguns reforços para julho e principalmente para janeiro, quando poderemos estar na libertadores.  Tenho muita fé no trabalho do Cuca. Aliás, vamos falar a verdade: Quando foi que um treinador vencedor ficou 2 anos no clube pela última vez? Se ele cumprir o contrato será isso o que teremos, uma ótima coisa, já que a continuidade de trabalhos é importante.

Eu vejo o atual momento com grandes chances de ser um divisor de águas. Além disso, em 2020 o Leco deixará a presidência e se o clube estiver arrumado e em  bom momento no futebol, bons candidatos podem aparecer e isso nos colocar de vez na rota do círculo virtuoso.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes é advogado, trabalha como representante comercial, frequenta o Morumbi desde 1977 e prefere o time que vence ao time que joga bonito. Escreve nesse espaço todas as quintas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.