Além das 4 linhas – É só o início

933

O SPFC que voltou bem melhor após a copa América ainda é um time em  formação como fez questão de dizer o treinador Cuca. Tivemos a estreia de dois importantes jogadores no último domingo, quando ficou claro para muitos a falta de ritmo de jogo de Daniel, Juan, Liziero e Antony. Este último precisa  evoluir no sentido de ser mais produtivo como declarou o Caio Ribeiro durante a transmissão do jogo de domingo e ontem diante do Atlético também não foi bem. Isso é natural, uma oscilação, nos jovens é ainda mais comum.

Falando em Antony o cara precisa aprender a chutar mais a gol aproveitando a velocidade que ele tem. Ele deve arriscar mais como fazem Lucas Moura e David Neres, dois talentos como Antony que começaram melhor ao serem mais verticais e chutarem mais  a gol e com isso decidirem mais partidas, sendo assim mais produtivos como disse o Caio Ribeiro. Fiz questão de escrever nas últimas colunas sobre a importância que tem o Hernanes para este time. O cara tem ainda totais condições de ser tão decisivo nas partidas e importante para o elenco como Daniel Alves. A minha ideia é que não há mais um time titular, ou seja, onze jogadores considerados como os principais. Eu vejo a dupla de volantes ser Tchê e Liziero, mas outros vão jogar. Vejo o gol com dono. A dupla de zaga tem “donos”, mas Anderson é muito bom e vai jogar sempre. Juan será o “dono” da lateral direita, mas Igor vai sempre entrar e Daniel também fará partidas ali, principalmente quando Hernanes estiver bem. Reinaldo também é o “cara” na esquerda na esquerda. Daniel Alves será titular na meia direita. Antony é o dono da ponta direita. Mas Pato, Pablo, Everton, Raniel, Hernanes e Toró irão entrar direto como escrevi na semana passada. Estou triste pelo Rojas, um cara que vai ajudar muito ainda.

Como aconteceu neste jogo contra o Atlético PR tivemos alguns sem poder jogar e outros que não jogaram por opção. Na coletiva após o jogo de ontem Cuca explicou coisas legais. (https://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/cuca-valoriza-a-quinta-vitoria-seguida-do-sao-paulo-e-faz-elogio-foi-um-time-muito-cascudo.ghtml). Uma das coisas foi dizer que se o time tivesse Pato, Toró e Everton o contra ataque teria sido mortal. Eu digo mais, o Rojas matava este jogo de ontem. O SPFC definitivamente tem bom elenco e treinador.

Muito importante foi também a declaração de Raí após o jogo. Temos que analisar e refletir sobre o que vem acontecendo de bom no clube em 2019. A montagem do elenco, com bom nível de contratações é de se elogiar e Cuca tem importância fundamental nisso. Esta é a razão do sucesso de uma organização que trabalha em equipe tendo bons profissionais em todas as áreas. Pássaro e Raí fazem muito bem o trabalho deles, mas sem Cuca para indicar as peças necessárias para um time funcionar nada daria certo, como não dava antes.  Muricy disse uma frase que não podemos esquecer: ”Todo mundo no clube vem sugerir jogador. Se o treinador engolir está ferrado”. Com o nível de treinadores e gestores que o clube tinha desde a saída de Muricy os resultados não poderiam ser muito diferentes do que foram.

Mas hoje a realidade parece ser muito diferente felizmente. As coisas estão só começando, é cedo para pensar em conquistas, mas está na hora de pensar que podemos disputar em boas condições, que o clube encontrou um bom caminho e o tempo dirá rapidamente se realmente já neste BR o clube poderá sonhar alto. Por enquanto vamos conter a euforia e torcer para que todos no clube mantenham o foco, esta a principal função de caras como Daniel Alves e Hernanes fora de campo.

Salve  o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes