Além das 4 linhas – Um time novo

871

Depois de uma boa arrancada logo após a copa América o time do SPFC derrapou em algumas partidas e a distância para o líder, que chegou a dois pontos, aumentou para oito pontos. Eu vejo tudo isso como coisa natural, coisa de elenco e de time que está sendo formado agora e que acabou  jogando muito desfalcado nas últimas partidas.

Como escrevi na semana passada, infelizmente Antony e Everton não são goleadores e as ausências de Pato, Pablo e Hernanes, os caras que sabem fazer gol dentro deste elenco, foram muito sentidas nestas partidas. O último gol de um atacante do São Paulo completou um mês nesta terça-feira. No dia 10 de agosto, Alexandre Pato marcou duas vezes na vitória por 3 a 2 no clássico contra o Santos, no Morumbi. De lá para cá, a equipe disputou cinco jogos e fez apenas dois gols, com Daniel Alves e Vitor Bueno. Isso é muito pouco e comprometeu a campanha. E para ilustrar o momento, li nesta semana que Pato, Pablo e Hernanes jogaram juntos apenas 49  minutos desde que  chegaram ao clube. Estes 3 serão titulares quando estiverem bem fisicamente.

Para o jogo de domingo existe a possibilidade de todos os jogadores ausentes nas últimas partidas estarem a disposição do treinador. Vamos iniciar o segundo turno com todos, menos o Rojas, a disposição. Isso é animador. Espero que os tempos de contusões estejam para trás. Nós não podemos culpar jogador ou treinador pelos insucessos de agora. Como escrevi semana passada, em minha opinião o Daniel Alves deveria jogar na lateral e o Hernanes jogar  na meia. Daniel joga muito mais na lateral e desperdiçar o talento de Hernanes é um erro. Juan é opção. Vendo o jogo do Internacional ontem a noite vi o Dalessandro correndo muito, assim como o Guerreiro. Que o departamento médico e demais profissionais consigam deixar Pato e Hernanes em forma.

O Globo esporte faz nesta semana uma simulação onde o torcedor pode escalar o time do SPFC.  Ganhou até o momento que escrevo esta coluna, quarta feira às 17hrs, um time no 3-5-2. Arboleda, Juan, Bruno; Daniel, Tchê, Hernanes, Antony, Reinaldo; Pablo, Pato. Acho boa escalação. Eu trocaria o sistema para 4-3-3 com Liziero no lugar do Juan. Mas gostei de ver a torcida preferindo o Daniel jogando na lateral e o Hernanes na meia. Honestamente acho que nosso profeta joga mais que Daniel na meia.

Será possível uma super arrancada no segundo turno e tirar estes 8 pontos para um time que está crescendo como o Flamengo? O Palmeiras tem ânimo novo com Mano Menezes no comando e deve ser osso duro, já que também só disputa o BR. Nosso elenco com todos os jogadores a disposição é de alto nível. É de ficar P.. da vida ver Pablo, Hernanes e Pato no departamento médico por tanto tempo.  

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes