Além das 4 linhas – Tudo se repete

980

Quando anunciaram o Diniz para treinador eu escrevi aqui neste espaço: Diniz é um treinador com ótimas ideias e péssimos resultados. Trata-se de treinador sem conquistas na carreira. Como pode um clube cheio de conquistas, contratar um treinador sem conquista alguma? Coisa de gente que nada entende ou tem más intenções.

O ano está acabando e até agora no BR19 foram 21 pontos perdidos jogando em casa.  Com 10 destes 21 pontos o clube estaria no almejado quarto lugar. Com 100% de aproveitamento jogando em saca o clube teria 73 pontos. O líder do campeonato tem 77 pontos, sendo que 1 ponto arrancou aqui no Morumbi.  Como estaria o BR com as equipes tão próximas a uma altura desta? Mas para nossa enorme tristeza temos mais um ano para ser esquecido em termos de resultados e analisado em termos administrativos. E para piorar, o clube estaria arrecadando muito dinheiro e jogando com estádio cheio e ingresso caro que todo mundo teria prazer em pagar.  Sem dinheiro o futuro do clube é negro.

O ano está chegando ao fim sem que coisas boas voltassem a acontecer dentro do SPFC, ao contrário, tudo se repete, inclusive as dívidas e as futuras vendas dos bons garotos que o clube ainda forma. Com mais um ano catastrófico é normal falarmos em déficit orçamentário e a já famosa necessidade de vender jogador. Fico pensando nas comissões de vendas. Assim como o país precisou de um presidente linha dura para combater as catástrofes econômicas, políticas, sociais e policiais, o nosso querido clube vai precisar de gente de pulso para se reconstruir. Eu não consigo imaginar o SPFC recomeçar sem ver Muricy num cargo de comando no futebol mandando todo mundo trabalhar. O presidente atual precisa sair urgente. Tudo numa empresa começa pelo presidente. Eu acho que deveria sair todo mundo, menos os jogadores neste momento, já que possuem contrato e não são tão fracos assim. Falta comando.

Sem querer ser chato, mas sendo, seria mesmo bom o clube pegar libertadores em 2020? Vai adiantar alguma coisa ou vamos passar vergonha? Não seria legal tentar a copa sul-americana? Se o clube conseguir classificação no G4 não será uma máscara na real situação? Eu já acho isso impossível de acontecer, afinal de contas os clubes de cima estão numa normalidade. Mas tudo indica que será um G8 a libertadores 2020 e o clube estará lá. Mas o que será feito nestas próximas férias para dar uma guinada geral? Eu não vejo nada no horizonte que possa mudar muita coisa, já que o presidente estará lá em 2020.

Eu vejo o SPFC doente da presidência até o vestiário. Vejo jogador jovem querendo apenas ser vendido. Vejo jogador entrando em campo só para dizer que jogou. No Raí não vejo emoção, não vejo indignação e sangue nos olhos. Os fracos treinadores estão sempre perdendo a esperança e a moral. O único com bom currículo saiu de fininho, o Cuca. Todo o raciocínio de que havia um bom elenco começa a sair pelo ralo. Eu quero ver gente batendo no peito e segurando o rojão e não vejo isso no Leco, no Raí, no Diniz e nos jogadores. Vejo um clima de desânimo total. Parece que ninguém acredita em si mesmo.

O clube precisa de uma total remodelação. Eu defendo que a necessidade é virar empresa e tirar os políticos de lá. Desde 2009 temos o mesmo grupo político mandando e o pior, ninguém decente quer assumir. Eu sonho com uma grande organização mundial assumindo, como aconteceu com os grandes clubes ingleses.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes