Além das 4 linhas – Muda SPFC!

259

Era o plano perfeito: Fica 5 anos fazendo besteira e no último ano, o ano da eleição, monta um time, gasta os tubos, cresce a dívida e tenta vencer um campeonato e assim enganar os tontos por mais 5 anos com seu candidato a presidente! Mas não deu certo!

O SPFC tem uma chance de mudar seu rumo na próxima eleição e não eleger o candidato do Leco! O SPFC que é o clube mais vitorioso da história do nosso futebol passa por um período que parecia que nunca passaria e que talvez o título do paulistinha 2020 fizesse prorrogar por mais 5 anos pelo menos. O SPFC que nos últimos anos nada venceu e vendeu grandes jogadores que estão nos maiores clubes do mundo. A lista de vendas milionárias e de vergonhas é igualmente imensa. Eu sempre pergunto: Se a dívida só cresce, vender jogador foi bom para quem? Este grupo que comanda o clube não sabe fazer limonada com estes limões.

O que eu espero é que ainda haja gente com DNA tricolor no clube e que lute pela volta da grandeza. O que seria grandeza no futebol moderno do século XXI? No meu entender o único caminho é o clube empresa. Chega de política. Separemos o clube social do futebol. Torço para que o próximo presidente prepare este caminho. Foi isso que fizeram grandes clubes da Europa. Que façam valer o bom senso no clube e no futebol brasileiro, lugar que repete todos os tipos de absurdos que acontecem no mundo da política nacional. O SPFC era diferente…era!

Eu não vou entrar em detalhes e começar a criticar a tudo e a todos, isso não adianta. O sucesso vem de cima, da gestão do clube. É da presidência que sai a diretoria, gerência, comando técnico e jogadores. Está tudo errado e isso não está sendo escrito por mim hoje, isso venho dizendo e escrevendo faz tempo.  Se a derrota de ontem servir para Leco e sua trupe caírem ela terá sido ótima para o futuro do clube. O clube perdeu seu DNA histórico e é em busca disso que a união tem que acontecer. O nosso caminho não é o de acordos corruptos para ter estádio. Nosso caminho não é o do remendo. Este caminho termina por acertar propinas com árbitros para poder vencer. Ele termina por ter o presidente dizendo num vídeo que “se não roubar no futebol não se vence”. Aqui não, aqui é lugar de gente do trabalho, gente do bem, gente da fé, gente inteligente e não gente malandra.

Eu não nasci para torcer para clube perdedor. Eu não nasci para torcer por time ruim. Eu não saio de casa para ir ao Morumbi ver coisa errada. Sou são-paulino como sempre fomos: Aqui é lugar de time bom. Nossa torcida lota estádio em todo jogo se botarem time bom para jogar. Desde 1970, ano do fim da construção do nosso estádio, que levou 18 anos para ser totalmente inaugurado, que o clube sempre está na ponta. Ainda somos o clube com mais pontos conquistados no campeonato brasileiro desde o primeiro em 1971. Por que isso? Por que o clube mantém regularidade, está sempre na ponta por sempre ter sido bem administrado. Mas isso vem mudando e o sinal amarelo está aceso faz alguns anos e nada de concreto acontece. Parece até o congresso nacional do mensalão, ou seja, os absurdos acontecem e ninguém  luta por mudança. É estranho para um clube como o nosso.  Será que todos sabem a razão de sermos o clube da fé?

Será que o clube se popularizou e esta mistura não fez bem? Prefiro acreditar que passamos uma fase e que verdadeiros tricolores aparecerão e farão o retorno ao passado histórico. O são-paulino de verdade não é aquele que torce por um título e não liga para dívidas, corrupção, contas atrasadas, estádio construído pela Petrobrás, título roubado, apito amigo e tantas outras coisas. É muito comum em conversas eu ouvir de outros torcedores que dane-se o clube, o importante é vencer e eu tirar uma onda dos colegas. Este tipo de cara torce para outros clubes. A ética tricolor é diferente.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé

Carlito Sampaio Góes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

catorze + 9 =