Além das 4 linhas – Uma bomba!

527

Homens com capuz jogaram bombas na concentração do SPFC no dia 03.08.20, um ato de fanatismo puro que invade a área criminosa, fanatismo que nada mais é do que um tipo de cegueira, que não permite a alguns seres humanos entenderem o que é o futebol em suas vidas.

Ao estudar o fenômeno do fanatismo observamos algumas definições. Eu gosto muito desta: “Fanatismo é o estado psicológico de fervor excessivo, irracional e persistente por qualquer coisa ou tema, historicamente associado a motivações de natureza religiosa ou política. É extremamente frequente em paranóides, cuja apaixonada adesão a uma causa pode avizinhar-se do delírio”. Quando falamos que somos fanáticos estamos dizendo que somos doentes. É preciso cuidado.

Eu acredito que o equilíbrio é a chave da boa vida. O fanatismo obviamente não é parte deste equilíbrio que buscamos ou deveríamos buscar em nossas vidas. Para nós torcedores é claramente um erro nos dedicarmos ao futebol  como se ele não fosse apenas um entretenimento.  Aqui não se trata de diminuir a importância do esporte futebol em nossas vidas ou diminuir o SPFC, mas deixar claro que temos de ter em mente a limitação disso. É uma  coisa gostosa torcer por um clube, acompanhar os campeonatos, mas não podemos misturar com as coisas mais importantes da vida, que são o trabalho, a saúde, a família, amigos e o estudo constante para crescermos. Tudo na vida tem limite e com o futebol não pode ser diferente.

O futebol trás nada ou quase nada de positivo à nossa vida a não ser uma alegria rápida e passageira que termina no máximo no dia seguinte ao da vitória ou conquista.Consciente disso sempre procurei ajudar o clube através da compra de ingressos e camisas, mas espero em troca o prazer de ver um clube organizado e que por isso me proporciona bons espetáculos do esporte que mais gosto.  Declaro que facilmente deixo de ver a uma partida ou a várias partidas se o futebol do SPFC não estiver me trazendo prazer. Em toda relação deve existir uma troca positiva para os dois lados.

O que vem ocorrendo no SPFC faz alguns anos é o efeito da má gestão, ou seja, é facilmente identificada no dia a dia do clube. O jogador, o treinador, o gerente e o diretor não são culpados se os resultados são fracos. Cabe ao gestor, ou melhor, ao bom gestor, contratar bons profissionais de acordo com sua capacidade financeira de pagar por isso. Um bom gestor montou uma estrutura em 2004 que se aprimorou em 2005 e o clube acabou por alcançar o degrau mais alto. Depois, entre 2006 e 2008, a boa gestão soube montar times diferentes a cada ano praticamente e conquistou o inédito tri campeonato brasileiro. Tudo isso fruto de boa administração feita por bons profissionais escolhidos pelo presidente, o responsável por tudo. São 12 as maiores conquistas do clube e em todas elas haviam coisas em comum: Uma boa gestão que soube montar elenco e contratar o comando deste elenco para realizar grandes conquistas. Vemos isso hoje no clube? Claramente não. O atual treinador nunca foi campeão na curta carreira que tem e já dirige o clube mais vitorioso do nosso futebol. Culpa dele? Claro que não. Culpa de quem o colocou lá. Trouxeram muitos jogadores que eu não sei julgar se vingarão um dia, mas tem gente que sabe fazer isso e não trabalha no SPFC.  Nos 6 brasileiros, três libertadores e três mundiais os treinadores tinham um currículo vencedor? Tinham e foi isso que fez a diferença.

Finalizando, todo grande clube passou por momentos delicados na sua história. Uns passaram por coisas piores do que passa o SPFC. Nosso clube não caiu para a segunda e o jejum de títulos é ainda muito menor do que tiveram nossos rivais paulistanos. Uns dias atrás um amigo falou que cansou de ser “zoado”. Mas é por isso que queremos o SPFC bem? Eu acredito que em termos de “zoação” podemos falar mais do que ouvir, se o problema for este. Eu quero ver o SPFC bem por amor ao clube e pelo prazer de ver bons jogos. As conquistas são consequência de estar bem e a “zoação” também, certo?

Assim sendo, não é o fanatismo que fará  o clube mudar, muito ao contrário, lidar com o fanático é mais fácil. Difícil é lidar com quem pensa e sabe cobrar e isso não é feito com bombas.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes

3 COMENTÁRIOS

  1. Hello there! This is kind of off topic but I need some advice from an established blog.
    Is it very difficult to set up your own blog? I’m not very techincal but I can figure
    things out pretty quick. I’m thinking about creating my own but I’m not sure where to start.
    Do you have any points or suggestions? Thanks

  2. Please let me know if you’re looking for a article author for your site.
    You have some really good articles and I feel I would
    be a good asset. If you ever want to take some of the load off,
    I’d really like to write some material for your blog in exchange for a link back to mine.

    Please send me an e-mail if interested. Thanks! adreamoftrains hosting services

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

10 + 17 =