Além das 4 linhas – Preocupa

687

Como torcedor continuo preocupado com a falta de opção que tem o Crespo para escalar um bom time para enfrentar os grandes desafios da temporada. A zaga tricolor só tem 1 reserva de bom nível, é pouco. Luan não tem reserva. O ataque sem Luciano fica visivelmente fraco. Eder é bom jogador, mas já não é garoto e precisa de descanso a toda hora.  Pablo é a promessa que não se realiza. Rojas não é mais o mesmo. Victor jogou pouco no SPFC, sempre nos decepciona. Galeano é um moleque. Por isso torço tanto pelo retorno do Calleri, mesmo ele não tendo se firmado na Europa, deve estar bem melhor  do que as opções que Crespo tem hoje. Aliás, basta ver o que Rigoni já causou em tão pouco tempo para termos a exata dimensão do elenco que tem o SPFC. A falta de qualidade no ataque são paulino é grande. Rigoni e Luciano formarão a dupla titular e quando um deles não estiver o treinador muitas vezes terá que improvisar.  

Foi muito bom ver o Igor Gomes sendo elogiado e fazendo um belo gol. Também foi bom o Liziero fazer um gol. Esses caras precisam voltar a jogar o que sabem, eles são muito importantes num elenco enxuto. Vejo clubes com elenco mais volumoso e com mais qualidade no Brasil, mas isso não impede que nosso clube possa fazer boas campanhas e vencer os desafios. Mas para isso precisamos de todos jogando bem. Quando penso num jogo importante e nas ausências que o time pode ter vejo o quanto isso ainda falta ser melhorado. Mas com mais um bom zagueiro, mais um  bom primeiro volante e mais um bom atacante a coisa já começaria a dar uma clareada. Muita falta de sorte chegar a um jogo importante sem dois jogadores de um setor, e isso ocorreu nesta último jogo pela Libertadores, quando dois da frente e dois da zaga não estavam disponíveis.

A melhor notícia da semana foi sem dúvida o clube ter conseguido um bom patrocinador master. Uma boa grana entrará nos cofres graças a isso. Falando em grana, passar de fase na Libertadores será importante, assim como na copa do Brasil, esta ainda mais lucrativa. Logo os estádios poderão receber torcida e isso ajudará demais o clube.  

Publicidade

O excesso de contusões está realmente pesando e isso já não sai da minha cabeça. Ontem foi a vez do Eder sentir e deixar o jogo. Sem querer ser o advogado do diabo, mas questionando de leve o trabalho, lembro de declarações de jogadores durante o paulista de que nunca haviam treinado com tanta intensidade. Esta intensidade também foi o termo usado para os jogos, não só treinos. É hora de duvidar da capacidade da comissão técnica quanto ao preparo físico? Será que estão sabendo trabalhar no calendário brasileiro? Lembro que o adversário de ontem não jogava fazia mais  de 30 dias. Pelo visto existe cérebro na Argentina e aqui nunca houve neste campo da organização do nosso calendário.

Será mesmo que as contusões são frutos só do calendário? A situação preocupa.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes